Arquivo diário: quarta-feira, novembro 6, 2019

Agência Brasil – A Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro abriu hoje (6) um inquérito para investigar o depoimento prestado por um dos porteiros do condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro tem uma casa, no Rio de Janeiro.

O pedido de abertura de investigação foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) e vai apurar se o porteiro mentiu em depoimento prestado nas investigações do caso do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorrido no ano passado. A investigação vai apurar o cometimento dos crimes de obstrução de Justiça, falso testemunho e denunciação caluniosa.

Na semana passada, o Jornal Nacional, da TV Globo, noticiou que registros do condomínio Vivendas da Barra, e também o depoimento de um dos porteiros à Polícia Civil, deram conta de que um dos suspeitos do assassinato, o ex-policial militar Élcio Queiroz, esteve, horas antes do crime, na casa do sargento aposentado da Polícia Militar Ronnie Lessa, suspeito de ser o executor da ação, que mora no local.

Segundo o Jornal Nacional, em depoimento, o porteiro informou que Élcio Queiroz anunciou que iria não à casa de Lessa, mas à de número 58 do Vivendas da Barra, que é a residência de Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro. Ainda segundo a reportagem, em seu depoimento, o porteiro afirmou ter interfonado para a casa do então deputado federal e que “seu Jair” havia autorizado a entrada do visitante.

Contudo, registros de presença da Câmara dos Deputados demonstram que naquele dia o então deputado estava em Brasília. Para o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), o porteiro mentiu sobre a ligação para a casa da família do presidente.

Após os acontecimentos, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu ao procurador-geral da República, Augusto Aras, a abertura de um inquérito para apurar “todas as circunstâncias” da citação do nome do presidente Bolsonaro. Em seguida, Aras remeteu o pedido para o MPF-RJ, que pediu a abertura do inquérito à PF. Na mesma decisão, o procurador-geral arquivou a citação por entender que não havia evidências de crime.

Assecom/Gov. PE

A primeira compra coletiva realizada pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste deve gerar uma economia de R$ 48,8 milhões na aquisição de medicamentos para os nove estados da região. A informação foi anunciada na assembleia geral do Consórcio realizada na tarde desta quarta-feira (6) no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, no Recife.

O processo de licitação, que foi lançado no dia 17 de setembro, está em fase de finalização e representa uma economia de 30% na compra de dez itens que serão distribuídos entre hospitais, ambulatórios e postos de saúde de toda a região.

A governadora Fátima Bezerra destacou a importância que o Consórcio Nordeste já aponta para o desenvolvimento da região. “A decisão de reunir os governos para trabalhar em conjunto já dá seus frutos. A economia na compra de medicamentos é excelente não só para os cofres públicos, mas para a melhoria dos serviços prestados à população, que é o mais importante. Um Nordeste forte e unido representa desenvolvimento para todos nós”, afirmou a chefe do Executivo potiguar.

O Consórcio Nordeste está elaborando novas licitações coletivas para as áreas da saúde, educação e segurança que serão lançadas dentro dos próximos meses. “O resultado da primeira licitação mostra que o Consórcio traz ganho de economicidade e também para as pessoas em uma área tão importante”, completou o governador de Pernambuco e anfitrião da reunião, Paulo Câmara.

O hipermercado Bompreço da Avenida Prudente de Morais, na zona Sul de Natal, suspendeu as atividades na manhã desta quarta-feira, 6, para surpresa de clientes, funcionários e de lojistas que atuam no local.

A direção do empreendimento comercial, um dos pioneiros do setor de hipermercado da capital potiguar, anunciou o encerramento dos serviços por meio de um panfleto. A comunicação informa que as atividades estão suspensas para a realização de uma reforma.

Segundo alguns lojistas ouvidos pelo Agora RN, o fechamento pegou a todos de surpresa. A direção do hipermercado convocou aos proprietários de espaços comerciais para comunicar a suspensão dos serviços. Ainda não há previsão para o término desta reunião.

Os clientes que foram até o local para fazer compras também foram surpreendidos com o encerramento das atividades. Um comunicado oficial, também fixado na porta do supermercado, informa que será disponibilizado transporte gratuito para a unidade da marca localizada na Avenida Roberto Freire, na zona Sul de Natal. “Todo atendimento do Hiper Prudente de Morais está sendo prestado na loja do Hiper Ponta Negra. Para melhor atendê-los, disponibilizamos o transporte gratuito do Hiper Prudente para o Hiper Ponta Negra nos horários entre 8h e 18h”, traz o informe.

Até este ano, o Bompreço era gerido pela rede de varejo Walmart Brasil. No entanto, as operações foram transferidas para o Grupo Big.

Agora RN

O leilão da cessão onerosa do pré-sal ficou abaixo das expectativas. O Governo Federal esperava arrecada R$ 106 bilhões, só conseguiu R$ 69,9 bilhões. Os estados e municípios terão praticamente a metade do que tinham direito da fatia caso tivesse sido arrecado os R$ 106 bi.

E o resultado do leilão só não foi pior por causa da Petrobrás que através de um consórcio ficou com 90% de um dos poços leiloados. A estatal brasileira entrou com R$ 68 bilhões.

Nesta quarta-feira (06/11), acompanhado pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Gelson Lima e pelo secretário municipal de Planejamento, José Wilson, o prefeito Fernando Cunha compareceu à sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), autarquia do Rio Grande do Norte, em Natal, para tratar de assuntos de significativa importância para Macaíba, dentre os quais a iluminação da BR-304, no trecho entre nosso município e Parnamirim.

Sobre a iluminação do trecho que abrange cerca de 10km, o gestor municipal reiterou que a Prefeitura de Macaíba irá arcar com as despesas referentes à conta de luz após a sua implementação. Todas as lâmpadas a serem instaladas serão da tecnologia LED (Light Emitting Diode). A previsão é que comecem a ser instaladas até o próximo mês de dezembro.

No ensejo de hoje, também foi solicitada ao superintendente regional do órgão, general Daniel de Almeida Dantas, a construção de uma rotatória nas imediações do posto São Cristovão, BR-226, bairro Ferreiro Torto, bem como a duplicação do trecho urbano da BR-304.

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) cortou nessa terça-feira (05), a energia elétrica da Prefeitura de Macau. Além do prédio onde o prefeito trabalha, foi cortada a energia do mercado público, de uma quadra de esportes e da Escola Municipal João Penha Filho.

O débito com a Cosern chega aos 300 mil reais e a gestão de Túlio Lemos não vinha pagando devido a “frustração de receitas”.

Secretário Lindoarte rebate afirmações do vice-prefeito Auri Simplício.

Bastidores: lendo e relendo, os tempos são outros e guerra de egos, do Informativo Atitude:

Lendo e relendo

Lendo e relendo a fala do meu amigo e vice-prefeito Auri Simplício, vejo uma total falta de noção quando noto uma frase que o mesmo citou alegando que estou obrigando funcionários a postarem fotos com Edi. Em primeiro lugar, jamais adotaria uma postura como essa, que fugiria totalmente do regime democrático. Segundo, se eu tivesse a metade da força que ele diz que eu tenho, seria eu o candidato, mas eu, humildemente, reconheço que eu não tenho voto. Portanto, jamais teria condições de me lançar ou até mesmo impulsionar qualquer candidatura.

Apoio

Hoje eu estou apoiando abertamente a pré-candidatura de Edi do Posto da Maré, pois a democracia me permite isso. Acredito que as demais pessoas que compõem sua pré-candidatura sejam impulsionadas por sentimentos como companheirismo, esperança e, principalmente, pelo ser humano que Edi do Posto da Maré é, não por uma imposição minha.

Outro ponto que é importantíssimo em qualquer avaliação política são as pesquisas, que não podem de forma alguma serem ignoradas, pois os números refletem não só os anseios populares, como também o desejo do povo em relação à determinada pré-candidatura ou candidatura.

Os números não podem ignorados

Em seu texto, Auri deixa claro que não aceita pesquisa. Mas como o Alto Comando vai barganhar com três candidaturas sem uma avaliação popular que mostre a todos o sentimento da população com relação aos três nomes do atual sistema?

Os tempos são outros 

Não adianta fazer política olhando para o retrovisor, esperando que o que aconteceu em 2008 se repita em 2020.

Os tempos são outros II

O próprio Alto Comando já admite que pode ajudar em uma eleição, mas que não se vê na mesma condição de 2008, onde elegeu a ex-prefeita Marília Dias com mais de dois mil votos de diferença.

Eu, sinceramente, não vejo um jogo de intrigas, pois nada que está acontecendo está sendo feito às escondidas. É tanto que todos os acontecimentos são publicados por esse site, como o próprio Auri citou.

Disputa Interna

A disputa faz parte de todo o regime democrático e nos dá o direito igualitário de escolha. O surgimento na disputa de Edi não mostra uma fragmentação do governo, mas sim mais uma opção que, assim como as demais, pode ter ou não aceitação popular.

Disputa Interna II

Como todo jogador que está no banco reserva deseja ser o titular, todo vice-prefeito almeja um dia ser prefeito, mas, para que isso aconteça dentro do contexto atual, Auri tem que mostrar mais do que a sua história, pois a vida real é mais do que um conto de fadas.

Respeito

Tenho um grande respeito pelo nobre amigo, mas, neste momento, a razão deve prevalecer em todos os sentidos. Em um grupo, fatores como a vaidade e o achismo não podem e nem devem servir de parâmetros para as Eleições de 2020. Vivemos em uma nova era, onde o governo fez muito, mas o povo almeja mais. Respeito todas as candidaturas postas, mas acho que o achismo ou o autoritarismo não devem se impor à vontade popular.

Guerra de Egos 

Tanto na oposição quanto na situação, vivemos uma espécie de guerra de egos. Quando olho em um contexto geral, é apenas isso que eu vejo. Quando eu vejo uma pessoa afirmar que pesquisas devem ser ignoradas, é como um general pegar todos os mapas que mostram um campo minado no território inimigo, e mesmo assim mandar seu exército marchar sobre ele. No fim, todos nós sabemos como termina a história.

Efeito Marília 

Eu ainda vejo que alguns pré-candidatos do sistema governista apostam muito no efeito Marília. Se estivéssemos no ano de 2008, eu também apostaria. Isso também me remete ao ano de 2010 na campanha do Senado, onde Garibaldi foi eleito com mais de um milhão de votos, um recorde histórico que talvez nenhum candidato do RN alcance. Em 2010, as pesquisas apontavam a ascensão de Garibaldi e sua grande vitória. Já em 2018, as pesquisas apontavam também sua queda, que se concretizou nas eleições daquele mesmo ano, onde o mesmo foi derrotado por um capitão da PM. Não estou aqui para questionar seu belo texto, nem muito menos fazer pouco caso da sua história política, mas hoje o efeito Marília é algo que não vai mais acontecer, pois isso vem se mostrando ao longo da história.

Vale a pena reforçar

Então, vale a pena reforçar que não existe da minha parte nenhum autoritarismo, até porque isso não ajudaria em nada na pré-candidatura de Edi. Todos que o conhecem sabem do coração que o homem tem, e isso é algo que foge totalmente do seu perfil. Essa corrente que cresce em torno dele é alimentada por outros fatores que são relacionados exclusivamente a ele. Basta você ir à feira livre para comprovar com seus próprios olhos.

Liberdade

Cada um de nós tem a liberdade de fazer suas escolhas, esses são os ensinamentos da democracia, espero que não tenha se esquecido que num passado não tão distante, ela foi um dos nomes que o apoiou como vice-prefeito nas eleições municipais. Não foi um momento na história muito fácil de ser superado; e você, meu nobre amigo, sabe disso melhor do que ninguém. Eu o apoiei, não pelo seu peso político, mas sim pelo seu perfil conciliador, acolhedor, amigo e, acima de tudo, pela capacidade de entender os momentos da história. A única coisa que eu peço agora é que você não abra apenas os olhos para sua história, mas, em especial, para o contexto narrado acima por esses Bastidores; e se, mesmo assim, você preferir ignorar e nos liderar às cegas por um campo minado, peço apenas um favor ao nobre guerreiro: “Vá na frente e nos permita o direito de escolha de o acompanhar ou não!”. Um forte abraço do seu Amigo Lindoarte Lima.

Em um artigo intitulado Jogo de Intrigas, o vice-prefeito Auri Simplício de forma equivocada disse que este blog foi colocado a disposição do pré-candidato Edielias, através do secretário Lindoarte Lima. Vamos esclarecer alguns pontos para o público que nos acompanha.

Primeiro ponto, o secretário não tem essa influência sobre o blog, nunca nos pediu tratamento diferenciado para nenhum pré-candidato;

Segundo ponto, é natural que os pré-candidatos que tem uma agenda mais movimentada estejam em evidência nos blogs da cidade, podemos até quantificar, seis pré-candidatos estão sempre em evidência devido suas agendas e apoio que recebem de lideranças políticas ou não;

Terceiro ponto, sempre tivemos respeito pelo vice-prefeito Auri, até porque sempre nos tratou de forma respeitosa, mas neste caso ele se equivocou.

Por Auri Simplício,  Jogo de Intrigas, publicado no Senadinho.

Causa desconforto aos que fazem o sistema politico governamental, a postura assumida pelo então Secretário para Assuntos de Governo, Linduarte Lima, ao colocar de forma não convencional, a disposição do funcionário público Edi Elias, os blog´s, “Informativo Atitude” e “Macaíba no Ar”, indo além, quando constrange funcionários da gestão municipal, a pousarem para fotografia e declararem apoio ao pré-candidato de sua predileção.

Nossa experiência politica, acumulada ao longo desses dezesseis anos, não nos permite fazer a leitura de aonde vamos chegar com essa estratégia, quando publicamente, expõe uma disputa interna. A oposição acompanha e torce a distância, aguardando o desfecho deste imbróglio que deixa a situação fragilizada.

O momento politico, requer do sistema situacionista, a união de forças, que promovam a convergência em torno de um projeto único para o desenvolvimento do nosso município e não estimular à discórdia dentro da própria base política. Não cabe em Macaíba um Projeto pessoal como o defendido pelo Secretário, cooptando funcionários do município a sua causa, prometendo o que não tem para entregar. A politica é um espaço coletivo, onde se debate democraticamente as ações que venham ao encontro dos anseios da população.

Quando Linduarte, se auto-intitula, como um grande estrategista da politica macaibense, colocando-se como responsável pelas estratégias vitoriosas em todas as campanhas da atual gestão, no mínimo causa estranheza, sendo necessário que se reveja a história.

Em 2004, encontrava-me ausente da politica, Dr. Fernando candidato natural à reeleição, “sem necessidade de pesquisa”, fui convidado para compor a chapa como Vice-Prefeito. Em 2008, havia vários pré-candidatos a Prefeito, para surpresa de todos à candidata escolhida “sem necessidade de pesquisa” pela gestão municipal, foi Marilia Dias, contrariando vários pretendentes ao cargo. O final desta história, todo macaibense a conhece.

No mínimo exijo respeito a nossa postulação como pré-candidato, que nasce legitimada por uma convivência pacífica e de serviços prestados ao município durante dezesseis anos, dos quais, doze exercendo o mandato de Vice-Prefeito e quatro a frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Município. O excesso de pragmatismo imposto pelo Secretário põe em cheque a construção de uma unidade politica, forte e coesa no sistema governista.

No atual cenário politico, precisamos ter bom senso, principalmente em respeito ao povo de Macaíba, que por vinte anos vem delegando ao sistema vitorioso do Prefeito Dr. Fernando, a primazia da governabilidade do 5º município mais populoso Rio Grande do Norte.

Neste momento, diante da eminência de alternância do poder, não podemos, nem devemos, sinalizar para um futuro de incerteza, e ao mesmo tempo, transferir para a população, o sentimento da dúvida. Já vivenciamos essa experiência e não deu certo.

Política: Equivocou-se

Nesta terça-feira (05), a Unidade Básica de Saúde do Potengi promoveu festa para as crianças da comunidade. Brinquedos, pintura, apresentação teatral, palhaços, guloseimas e muitas brincadeiras fizeram parte da tarde deliciosa da criançada que é atendida no referido posto. O evento contou com a participação de toda a equipe da unidade. Os pais presentes também aprovaram a iniciativa e o momento para confraternizar com seus filhos.

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sentadas e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadas e criança

Reprodução TV Ponta Negra

É destaque no Portal OP9

Quatro anos após um dos crimes que chocou o Rio Grande do Norte, a acusada de ser mandante senta no banco dos réus em júri popular no Fórum de Macaíba, Grande Natal, nesta quarta-feira (6). Talyani Lourenço é acusada de ter mandado matar a mãe, Normalice de Freitas Lourenço, 41 anos.

A vítima foi assassinada com golpes de marreta no dia 30 de julho de 2015. O pedreiro Geraldo José Amaro do Nascimento trabalhava na casa dela e confessou ter matado Normalice, mas apontou Talyane como a mandante do crime.

A mulher nega ter participação no crime. Ela falou pela primeira vez sobre o assassinato da mãe em entrevista exclusiva à TV Ponta Negra. Talyane relatou como era o relacionamento com a mãe e disse que é inocente.

“A gente morava lá perto dela, na rua de trás, porque ela tinha me pedido para ficar mais perto. Ela amava meu filho. A gente era como toda mãe e filha. Às vezes a gente tinha atrito, mas éramos muito ligadas”, contou a acusada.

Talyane disse que acredita que Geraldo matou a mãe dela para roubar. “Quando foi no dia da minha audiência ele confessou e disse que eu não tinha feito aquilo”, explicou. Inicialmente, ao ser preso e confessar o crime, o pedreiro apontou a filha de Normalice como mandante.

Na época, Talyani foi presa de acordo com investigação da Polícia Civil, que concluiu que ela tinha oferecido dinheiro da mãe e o carro dela para que o pedreiro a matasse. Ela responde ao processo em liberdade. Na entrevista, a acusada disse que o momento em que encontrou a mãe morta foi terrível e que nesse dia o pesadelo da vida dela começou.

Entrevista na íntegra

O Projeto de Extensão “Aquicultura Inclusiva: unidades modelo de produção” envolve atividades no campo que têm o objetivo de inserir unidades produtivas de aquicultura, seja para consumo próprio, seja para comercialização, tendo em vista a importância das relações entre a comunidade científica e a comunidade por meio de troca de saberes e a aplicação dos conhecimentos adquiridos para a construção de uma nova realidade social.

A ideia surgiu da necessidade de inserir em comunidades tradicionais, indígenas ou quilombolas, atividades produtivas, fornecendo técnicas de manejo adequado para produzir sustentavelmente. Deste modo, a comunidade poderá ter alimento saudável e de qualidade, além de poder comercializar excedentes.

A Professora e Coordenadora do Projeto, Karina Ribeiro, diz que atualmente o grupo atua na comunidade quilombola de Capoeiras, em Macaíba, e no assentamento Recanto Feliz, em Lagoa de Pedras. “Usamos o diálogo com a comunidade, oficinas e minicursos envolvendo as dificuldades locais de produção e oficinas de implantação de unidades produtivas aquícolas. Sou coordenadora do projeto e é sempre uma alegria poder estar trocando saberes com a comunidade e com os alunos envolvidos” conclui Ribeiro.

A ação reforça o papel da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por meio da Escola Agrícola de Jundiaí, como agente de mudanças sociais, expandindo o conhecimento fora dos muros dos campi, agregando conhecimento também para a comunidade acadêmica ao trabalhar com os povos originários que ainda hoje resistem em meio às desigualdades sociais e representativas.

Na madrugada desta quarta-feira (06), policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque efetuaram a prisão de oito pessoas suspeitas de praticar roubos na cidade de Natal.

De acordo com informações do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP), os policiais realizavam o patrulhamento no bairro de Cidade Alta, em Natal, quando suspeitaram de um veículo que transitava na via com cinco pessoas.

Durante a abordagem foi verificado se tratar de um motorista de aplicativo que conduzia dois homens e duas mulheres a uma residência na Redinha. Na abordagem pessoal aos suspeitos, contudo, os militares encontraram a chave de um veículo HB 20. Com a suspeita de que a chave pertencia a um veículo roubado e abandonado no bairro Mãe Luíza minutos antes, os militares se dirigiram até o local do veículo HB 20, constatando que a chave apreendida com os suspeitos realmente seria do veículo roubado.

Com a constatação do ilícito, os militares resolveram averiguar a residência para onde os suspeitos se dirigiam. No local, os policiais perceberam uma movimentação suspeita no interior da residência, chegando a visualizar uma arma de fogo.

Com a demonstração da prática de um ilícito penal no interior da residência e mediante todo o material coletado durante a ação policial, os militares adentraram no imóvel apreendendo uma pistola calibre .40 com dois carregadores e vinte munições, além de um simulacro de arma de fogo, uma balança de precisão, uma pequena porção de substância análoga a cocaína e a quantia de R$ 210,00 em dinheiro.

Na residência ainda foram presas cinco pessoas por estarem de posse do material apreendido. Todos os nove suspeitos, além do motorista de aplicativo, foram conduzidos à Central de Flagrantes para a realização dos procedimentos legais e oitiva de suas respectivas declarações.

PM/Assecom