Arquivo diário: segunda-feira, outubro 28, 2019

Nesta segunda-feira (28) a Governadora Fátima Bezerra, acompanhada de Leon Aguiar, Diretor-Presidente do Idema e de Fernando Mineiro, Secretário de Projetos e Metas, se reuniu com o Comandante Medeiros reponsável pela Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte Distrito Naval, para tratar da questão do óleo nas praias.

O Cmte Medeiros informou as ações cotidianas desenvolvidas no Estado para monitorar a ocorrência de óleo nas praias e ressaltou o acerto da iniciativa da Governadora ao criar o Comitê Unificado Estadual para acompanhar e agir em relação a essa grave questão, destacando o trabalho de capacitação dos voluntários para atuação nas áreas.

A Governadora reforçou a preocupação com os impactos ambientais e suas consequências para a economia do Estado, em especial para a população que mora nas áreas afetadas, para o turismo e para a pesca.

Tanto a Governadora como o Comandante reafirmaram a determinação de ação conjunta para minimização dos efeitos dessa ambiental. Após esta reunião, a Governadora se reunirá com os integrantes do Comitê Unificado, para definir os atendiemntos aos municípios mais afetados.

João Gentil, Lucy Diniz e Freitas Júnior

Advogada Lucy Diniz foi nomeada porta-voz (presidente) estadual do partido Rede Sustentabilidade no Rio Grande do Norte. A nomeação faz parte das mudanças promovidas pela direção nacional da sigla. A nomeação teve participação do vereador de Mossoró, João Gentil, e do ex-candidato a governador Freitas Júnior.

A sigla vinha tendo um racha interno, visto que no primeiro semestre deste ano um grupo tentou tirar Freitas Júnior da direção do partido e realizaram uma plenária ao qual destituíram toda a direção e nomearam outra. A plenária não foi reconhecida pela direção nacional.

As mudanças na sigla mostra a volta por cima de Freitas Júnior diante do desgaste que tentaram fazer de sua imagem na imprensa estadual no início deste ano. O ex-candidato é cotado para disputar as eleições municipais de 2020 em Pilões, sua cidade Natal, ou em Tenente Ananias, onde é servidor efetivo.

Tartarugas foram encontradas na Praia de Tabatinga, Nísia Floresta, na Grande Natal — Foto: PCCB/UERN

Foto: PCCB/UERN

Duas tartarugas marinhas foram encontradas mortas e manchadas por óleo neste domingo (28) na praia de Tabatinga, em Nísia Floresta, na região metropolitana de Natal. A praia foi uma das seis potiguares que voltaram a ter registro da presença de óleo neste fim de semana. Os animais foram recolhidos pelo Projeto Cetáceos da Costa Branca, da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN).

Informações do G1 RN

Para o deputado federal General Girão (PSL), o ministério do Meio Ambiente demorou para agir contra o vazamento de óleo no litoral nordestino. Durante entrevista ao jornal 96, o deputado criticou o ministério e órgãos estaduais e municipais pela demora para tomar ações para minimizar os impactos do vazamento.

Agência PRF

Em mais uma fiscalização de combate a criminalidade, a Polícia Rodoviária Federal prendeu neste domingo (27) um homem com um revólver calibre 38, o mesmo conduzia uma Pick Up Strada por volta das 12h quando foi abordado.  Questionado sobre a autorização para portar a arma, este informou que não possuía. Diante dos fatos, o motorista foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes em Natal/RN.

Destaca-se que a Polícia Rodoviária Federal já apreendeu neste ano, nas rodovias federais do Rio Grande do Norte, um total de 81 armas de fogo e 824 munições de diversos calibres.

Alberto Fernández é o novo presidente da Argentina. Cristina Kirchner é a vice. Os dois formam parte da coalizão de esquerda Frente de Todos. Após um mandato de Macri, que é um político de centro direita, os argentinos optaram por voltar ao kirchnerismo, que governou o país por mais de uma década, de 2003 a 2015.

A Argentina foi às urnas domingo (27) . Com mais de 97% das urnas apuradas, eles somam 48,1% dos votos, enquanto que o atual presidente, Mauricio Macri, obteve 40,37%. Na Argentina, para vencer as eleições em primeiro turno, é necessário obter 45% dos votos ou 40% e dez pontos de vantagem em relação ao segundo colocado.

Macri, que assumiu em 2015, deixa um país com uma grave crise econômica e social; com inflação este ano prevista para 55% (pior apenas do que Venezuela e Zimbábue); 30% das pessoas vivendo na pobreza e os sem-teto representando quase 10% da população.

Com informações da Agência Brasil

Manchas de óleo voltam a aparecer em praias do RN — Foto: Reprodução

É destaque no portal G1 RN: As manchas de óleo de origem ainda desconhecida voltaram a aparecer em seis praias do Rio Grande do Norte durante o fim de semana, segundo confirmou o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). Os locais afetados passam por limpeza.

As praias que registraram manchas foram Tabatinga, Búzios e Camurupim, as três no município de Nísia Floresta; a Praia do Giz e a Praia do Amor, em Tibau do Sul, além de Pirangi do Norte, em Parnamirim.

Matéria na íntegra

O projeto de pesquisa “Monitoramento Inteligente da Umidade do Solo para o Cultivo de Tomate em Estufa” é focado na irrigação de precisão e é coordenado pelo docente Leonardo Rodrigues de Lima Teixeira, tem coorientação do Engenheiro Agrônomo, Anderson Fernandes e conta com João Paulo, discente do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ-UFRN).

O projeto desenvolve o monitoramento e controle de umidade na estufa onde ocorre o cultivo de tomate e dá continuidade a um trabalho já desenvolvido anteriormente na Escola Agrícola. O surgimento se deu devido à problemática trazida pelo Engenheiro Agrônomo no que se refere às fases e profundidades do tomate. “O tomate tem profundidade e fases diferentes. Fase 1, 2 e 3. Na primeira fase ele tem uma profundidade, a raiz de 10cm, depois 20cm e, em seguida, 30cm”, explica Leonardo.

Para realizar o monitoramento e o controle da bomba de irrigação, foram colocados três sensores. No início, os sensores resistivos que estavam sendo usados durante a pesquisa apresentaram alguns problemas. A leitura dos sensores já estava sendo feita e sendo transmitida para um módulo central. O módulo central é o responsável por armazenar cada valor de umidade do solo lido em um banco de dados local e por hospedar um Web Service. Como não há acesso à Internet nas proximidades da estufa para disponibilizar os dados pela mesma, o usuário deve se aproximar do módulo central e realizar, via aplicativo, uma requisição dos dados ao Web Service, que serão transferidos por Wi-Fi para a memória interna do celular. Ao encontrar um ambiente com disponibilidade de Internet, o usuário pode sincronizar os dados do celular para a nuvem, tendo acesso aos gráficos de umidade do solo. Através do aplicativo móvel também é possível configurar o controle manual da irrigação, assim como o controle automático temporal (indicando o tempo que a bomba deve ficar ligada e o tempo que ela deve ficar desligada, independente do valor dos sensores).

O projeto era realizado até o ano passado pelo aluno Joffrey Peyrac. Foi desenvolvido o aplicativo que se aproxima do módulo central e que passa os dados para o celular através do wi-fi. Mas ainda não se considerava um monitoramento inteligente devido ao processo das fases. “Na fase 1, estava sendo lido o sensor da primeira profundidade; na fase 2, da segunda; e na fase 3, da terceira. Entretanto, um exemplo: está na segunda fase, então você está olhando somente o segundo sensor, está mandando irrigar. Porém, a água não chega instantaneamente na segunda profundidade, ela ainda está na primeira”, explica. “Então, na segunda fase, o mais correto seria realizar um monitoramento ponderando o sensor 2, o sensor 1, da mesma forma que numa terceira oportunidade, na terceira fase, avaliaria a fase 3, fase 2 e 2. Os três sensores ao mesmo tempo”, finaliza.

O ponto do projeto é como fazer a leitura dos três e integrar os três valores de forma a ponderar da maneira correta. O monitoramento inteligente é colocar inteligência artificial na leitura dos três sensores de forma que aconteça a melhor irrigação. Uma boa irrigação se dá pelo aspecto da economia de água e energia, mantendo a planta nutrida de água. Acerca dessa nutrição da planta, Leonardo explica: “a planta tem uma faixa de água, uma quantidade de água que a gente chama de ‘capacidade de campo’. É o valor máximo que a água consegue absorver sem perder a água para o solo. Se você coloca mais, você acaba perdendo nutrientes até mesmo do solo”.

O projeto agora utiliza os sensores capacitivos, que leva em consideração fenômeno físico da “capacitância”. Os sensores capacitivos são constituídos de duas placas paralelas e deve-se colocar a amostra de solo entre as placas, fazendo com que haja o comportamento de um capacitor, com a amostra sendo o material dielétrico. Dessa forma, a umidade do solo é obtida a partir do valor da capacitância do capacitor.

O solo da estufa foi levado para a EMPARN, para que se possa estimar este solo, para saber qual a capacidade de campo e qual a umidade crítica. O projeto agora também trabalha com a Lógica Fuzzy, chamada de lógica nebulosa, para traçar a estratégia inteligente de utilizar os três valores e conseguir estimar o valor maior a ser considerado, a partir desses três valores de cada fase, e não apenas um valor.

O estudante João Paulo fala acerca da participação e execução do projeto. “Está sendo muito bom porque estou participando de um trabalho que dá para ver um resultado prático. Por exemplo, existem muitos projetos de pesquisa que são validação de alguns métodos, uma coisa mais teórica. Na hora que se está fazendo algo que surte efeito no campo e que tem uma grande chance de ser implementado, você se sente mais motivado para pesquisar e desenvolver”, comenta.

A perspectiva é que o projeto seja expandido. “Hoje a gente está trabalhando na estufa com o cultivo de tomate, amanhã a gente pode estar trabalhando em outro, em seguida, em campo aberto. E quando você tem a parte tecnológica de comunicação, aquisição de dados e manipulação validada, a continuação desse trabalho seria na adaptação na inteligência dele para um novo cultivo, um novo solo, um novo ambiente. A ideia é continuar avançando”, explica Leonardo. Segundo o coordenador, a ideia de continuar avançando também pode levar em consideração o cultivo hidropônico que existe na EAJ e também realizar outras relações. “Linkar o que foi desenvolvido aqui e aplicar em outras coisas”, fala.

Consumo de água e energia, além do número de frutos, serão analisados para verificar o sucesso ou não do uso do sensor inteligente. Serão abordadas também questões de autonomia do sensor, com utilização de painéis fotovoltaicos, assim como serão estudadas estratégias para economia no consumo de energia. Os passos de desenvolvimento do projeto serão melhor descritos no Método Científico.

Resultado de imagem para emidio junior

Hoje, a partir das 19h30, o programa Três Toques recebe o vereador Emídio Junior, pré-candidato a prefeito de Macaíba no pleito 2020. A entrevista será transmitida ao vivo pela página do programa no Facebook https://www.facebook.com/programatrestoques/. Emídio será interrogado sobre pontos importantes do desporto de Macaíba. Na edição desta noite será lançada uma enquete a respeito do retorno ou não do pré-candidato Edi do Posto da Maré, que não pode comparecer na data destinada à sua participação.