Arquivo diário: terça-feira, outubro 15, 2019

Agência Brasil – O presidente Jair Bolsonaro participou na tarde de hoje (15) do anúncio do 13° salário para beneficiários do programa Bolsa Família.

Bolsonaro já havia adiantado a medida no início do governo. O pagamento do décimo terceiro será feito no mês de dezembro. À época, o Ministério da Cidadania, responsável pela gestão do programa, informou que o custo total com o pagamento extra seria de R$ 2,5 bilhões. Atualmente, mais de 13 milhões de famílias recebem o benefício.

 

Brincadeiras, show com palhaços, distribuição de pipocas, cachorro-quente, picolé, balas, pirulitos, exposições e jogos! Tudo isso e muito mais! É o que a Prefeitura de Macaíba, através de um trabalho conjunto de várias secretarias, irá promover na próxima sexta-feira (18/10) em sua Vila Olímpica.

Trata-se da grande Festa das Crianças, que está prevista para começar a partir das 13h. Estima-se que mais de 5 mil crianças de 36 escolas estarão reunidas na ocasião. O público-alvo do evento é composto por alunos (as) da rede pública municipal que estudam do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

Para a realização da festa, a Prefeitura conta com o apoio das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronaútica), Câmara dos Vereadores, da Band RN, Casa do Empresário de Macaíba e ASPIRN, e com o patrocínio da Chapinha, Grupo Compal, Sinhá Maria, Center Massas, Condimentos Sadio, Pipoca Bokus, Dore, Lojão das Carnes, Alimenti, Predesign e Grupo Unimetais.

Os frutos da parceria do prefeito Dr. Fernando com o então deputado federal Rogério Marinho continuam sendo colhidos após o término de seu mandato. Poucos dias após o recebimento de mais de 400 mil reais, procedentes da atuação de Rogério em favor do município, Macaíba recebe a confirmação do depósito de mais 99,9 mil reais.

Este novo montante que beira os 100 mil reais é fruto de emenda parlamentar e deverá ser investido pela gestão municipal na aquisição de equipamentos para a rede de saúde.

Rogério Marinho atualmente exerce a função de secretário da Previdência Social, onde tem desempenhado um papel de destaque na busca pelo crescimento econômico do país junto ao Governo Federal.

Informativo Atitude

Agência PRF

Durante fiscalizações de combate a criminalidade, a Polícia Rodoviária Federal prendeu nesse final de semana, entre sábado (12) e domingo (13), 21 pessoas pela prática de crimes diversos.

As prisões ocorreram em vários cidades do estado, como: Natal, Mossoró, São José do Mipibu, São Gonçalo do Amarante, Caicó, Assu e Ceará-Mirim.

Do total de pessoas presas, sete foram por estarem conduzindo veículos sob efeito de bebida alcoólica. Nos dois dias, a PRF submeteu 694 motoristas ao teste de bafômetro, dos quais 28 foram autuados e sete encaminhados à polícia judiciária.

Quatro pessoas foram presas por possuírem mandados de prisão em aberto. Dos mandados cumpridos, três foram pelo crime de não pagamento de pensão alimentícia e um pelo crime de receptação e adulteração de sinais de identificação veicular.

Outras quatro pessoas foram detidas por portarem droga para consumo. Elas foram flagradas portando cigarros de maconha na BR 101. Dois homens foram presos por estarem portando armas de fogo sem a devida autorização. Com eles também foram apreendidas 15 munições intactas.

Concluindo o balanço das prisões, outras quatro pessoas foram detidas pelo crime de entregar a condução de veículo automotor a pessoa não habilitada.

A Polícia Rodoviária Federal, além das ações voltadas para a segurança no trânsito, vem realizando fiscalizações permanentes no enfrentamento ao crime, nas rodovias federais no Rio Grande do Norte.

Fotos: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O incêndio florestal combatido há oito dias na serra da cidade de Portalegre, no interior potiguar, felizmente, tevê seu êxito e foi controlado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, em um árduo trabalho que, no total, envolveu 60 militares e voluntários.

A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (15). Segundo o órgão, os militares fizeram o monitoramento da área e mais nenhum foco foi visto. Em decorrência, o posto de comando montado e as equipes que foram enviadas para reforço estão sendo desmobilizados.

Ainda segundo a corporação, o trabalho de monitoramento ainda irá continuar com uma equipe extra. Um estudo está sendo realizada para identificar a área atingida.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Agência Brasil – O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou hoje (14) que o presidente Jair Bolsonaro segue avaliando a situação do PSL e chegou a comparar a relação com o partido como um casamento “passível de divórcio”. Na sexta-feira (11), Bolsonaro e mais 21 parlamentares da legenda requereram ao diretório nacional que apresente informações sobre as contas da sigla.

“O presidente analisa a situação referente ao seu posicionamento em relação ao PSL dia a dia, e usa a metáfora que lhe é usual: ‘qualquer casamento é passível de divórcio'”, disse o porta-voz a jornalistas, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

Mais cedo, o líder do governo na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo (PSL-GO), que se reuniu com o presidente após os advogados, disse que Bolsonaro e o grupo de parlamentares querem mais transparência do partido no uso dos recursos partidários.

O porta-voz da Palácio do Planalto reforçou essa mesma posição por parte do presidente da República e lembrou que ele nem sequer usou dinheiro do fundo partidário durante sua campanha eleitoral do ano passado. Segundo Rêgo Barros, Bolsonaro voltou a dizer que quer o PSL como referência de partido com transparência e boas práticas.

“O que o presidente quer é que o PSL seja a referência como partido político transparente, que se mostra para a sociedade como diferente. É preciso que haja a possiblidade de ir fundo nas análises do partido e confirmá-las”, acrescentou.

A governadora Fátima Bezerra reafirmou o compromisso do Governo do Estado com a viabilização do Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte e o aporte de R$ 8 milhões, via Banco Mundial para a implementação do projeto. A afirmação foi feita pela chefe do Executivo estadual na tarde desta segunda-feira (14), quando recebeu representantes da UFRN e do Instituto Metrópole Digital para tratar do processo para a implantação do parque.

Apresentado inicialmente no dia 27 de setembro passado, em reunião conjunta entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, o parque é destinado ao desenvolvimento de pólos de inovação e empreendedorismo nas áreas de energia eólica, solar, mineração, aquicultura, pesca, têxtil, fruticultura, turismo e serviços avançados.

Na reunião desta terça-feira foram apresentados os estudos de viabilidade financeira e econômica do Parque. A expectativa é que a primeira etapa seja concluída até dezembro de 2020 e as atividades sejam iniciadas em janeiro de 2021. “Há um entendimento de que o Rio Grande do Norte precisa de um parque para se colocar à altura dos desafios em termos de tecnologia e pesquisa. Estamos reafirmando o aporte destes recursos, bem como o nosso interesse na governança do parque”, ressaltou Fernando Mineiro, secretário estadual de Gestão de Projetos e Metas.

O Parque Tecnológico aproveitará a estrutura de um prédio de 15 mil metros quadrados localizado no Campus do Cérebro, em Macaíba, concebido para ser uma escola de ensino fundamental mas que deixou de receber os recursos necessários por parte do Governo Federal. Na primeira etapa, serão ocupadas 36 salas, comportando administração, salas de reunião, empresas, aceleradoras, incubadoras, refeitório e banheiros.

“Até agora, o projeto conta com catorze parcerias, sendo cinco instituições de ensino e pesquisa, Sebrae, Fecomercio e as prefeituras de Natal, Macaíba, Parnamirim. Todos nós queremos que o Parque seja implementado para viabilizar o início das atividades em janeiro de 2021”, destacou a professora e ex-reitora da UFRN, Ângela Paiva.

Além das autoridades já citadas, participaram da reunião o assessor Técnico da SEDEC, Pedro Lima, o secretário de Gestão de Projetos da UFRN, André Gurgel e o diretor da Agência de Inovação, Daniel de Lima Pontes.