Arquivo diário: sexta-feira, outubro 4, 2019

O presidente Jair Bolsonaro recebe cumprimentos e tira fotos na entrada do Palácio da Alvorada.

Antonio Cruz/ Agência Brasil

Agência Brasil – O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (4) que as mensagens e gravações que vêm sendo divulgadas pelo The Intercept Brasil, trocadas entre autoridades do Ministério Público e do Judiciário por meio do aplicativo Telegram, não devem ter validade. Para o presidente, as mensagens foram obtidas de forma ilegal e, por isso, não podem ser incluídas em processos pela Justiça. As mensagens citadas pelo presidente vêm sendo divulgadas pelo The Intercept Brasil em parcria com outros veículos de imprensa.

“O que é criminoso é criminoso. Respeita a lei. Igual a quebra de sigilo. Se seguiu a lei, tudo bem. Não seguiu, está errado”, disse Bolsonaro nesta manhã ao deixar o Palácio do Alvorada.

A afirmação foi feita dois dias após conteúdos das matérias terem sido lidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, durante seu voto sobre a ordem das alegações finais, no julgamento do habeas corpus do ex-gerente da Petrobras Márcio de Almeida Ferreira.

O ex-gerente da estatal foi condenado, na Lava Jato, a 10 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

A eleição para o Conselho Tutelar (CT) ocorrerá no próximo domingo (6) de modo unificado em todo o país. O órgão é formado por cinco integrantes e tem a missão de atender crianças e adolescentes que passam pela situação de violação de direitos, além de poder assessorar o Poder Executivo local na elaboração da proposta orçamentária para planos e programas de atendimento dos direitos da criança e do adolescente. Por isso, é importante que a sociedade se envolva na escolha dos membros do CT em seu Município, buscando conhecer o perfil e experiência dos candidatos.

O voto é secreto e facultativo. Pode participar ativamente desse processo todo cidadão que seja um eleitor real, ou seja: aqueles aptos a votar perante a Justiça Eleitoral.

No dia da votação, o eleitor deverá apresentar o título de eleitor (ou aplicativo e- título ou documento equivalente obtido junto ao site do TSE, como a certidão de quitação eleitoral) acompanhado de um documento de identificação oficial com foto. Para isso serão aceitos: via digital do título de eleitor (e-Título), desde que haja cadastro com fotografia; carteira de identidade, passaporte, carteira de reservista, carteira de trabalho e carteira nacional de habilitação ou outro documento oficial com foto de valor legal equivalente, a fim de comprovar a identidade do eleitor.

Para saber os locais de votação, o eleitor deverá procurar os Conselhos Municipais dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDCA) de seu município. Para os 20 municípios do RN que utilizarão urna eletrônica, basta clicar no link e conferir os locais de votação a partir do número da seção eleitoral que consta do título eleitoral.

A fiscalização do processo de escolha é atribuição do Ministério Público de cada comarca, que atuará no próximo domingo em regime de plantão, contando com o auxilio do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Infância, Juventude e Família (CaopIJ).

Subtenente Santiago e líder comunitário Amon abraçam pré-candidatura de Edi

Mais adesões

Esta semana foi bastante proveitosa para o pré-candidato Edi do Posto da Maré. Além do anuncio do apoio do Subtenente Santiago e do líder comunitário Amon, de acordo com o blog informativo Atitude, mais de 57 funcionários efetivos se voluntariaram para tirar uma foto com Edi. Ainda de acordo com o blog, Edi ficou bastante emocionado diante do grande apoio dos efetivos.

Uma causa importante

Edi do Posto da Maré tem sinalizado através de suas redes sociais que a causa animal também terá espaço no seu projeto. Em uma publicação no Facebook com sua cadela adotada Luna, Edi pediu sugestões para o que pode ser feito pelo poder público em relação aos animais.

O post repercutiu positivamente e agradou ativistas dos animais que defendem um maior cuidado principalmente com os animais de rua.

Resultado de imagem para vereador denilson gadelha

O incentivador

O vereador Denilson Gadelha tem sido um grande incentivador para que o colega vereador Emídio Júnior não concorra a reeleição e dispute o Palácio Auta de Souza próximo ano. Denilson é o único vereador da oposição que acredita que Emídio é o melhor nome para enfrentar o candidato que virá a ser apoiado pelo prefeito Fernando Cunha.

Resultado de imagem para vereador zeca cunha e gelson

Outro caminho

O vereador de oposição, Zeca Cunha, preferiu firmar compromisso com a pré-candidatura do presidente Gelson Lima, aliado do prefeito. Zeca não justificou porque preferiu apoiar um nome governista ao invés de um nome da oposição.

Resultado de imagem para emídio junior e netinho frança

Na base da família França  

Circula nos bastidores que o vereador Emídio Júnior teria recebido uma pesquisa sobre intenção de voto com nomes da oposição no distrito de Canabrava e teria ficado bastante feliz com a avaliação de seu nome na base eleitoral do vereador Netinho França. Nas rodas de conversa, simpatizantes de Emídio estão fazendo questão de comentar essa tal pesquisa.

Resultado de imagem para prefeita marília dias

Continua em campo

Marília Dias deixou de apareceu na mídia local, segundo fontes próximas essa não aparição é uma estratégia, pois a ex-prefeita não quer repetir erros do passado, está trabalhando seu nome sem fazer alarde.

Busca um grupo

A ex-prefeita busca obter o apoio do grupo Avante, liderado pelo professor Ionilo Ribeiro. Segundo fomos informados, Marília já teria deixado claro essa intenção para Ionilo. Também não está descartada a mudança de sigla para obter esse apoio.

Resultado de imagem para jose dias

O deputado estadual José Dias através da Assembleia Legislativa solicitou a governadora Fátima Bezerra e ao secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, o motivo pelo qual 17 lotes do Centro Industrial de Macaíba não estão ocupados.

Na justificativa da solicitação, José Dias diz que o Centro Industrial passa por problemas de infraestrutura e que poderia está gerando emprego e renda, caso tivesse todos os lotes disponíveis ocupados. Ainda de acordo com o deputado, industriais têm procurado os gestores municipais que nada podem fazer, visto que o Centro Industrial é de responsabilidade do Estado. A solicitação é destaque no Blog de Gustavo Negreiros.