Arquivo diário: sexta-feira, junho 28, 2019

Quadrinhos, sagas, bate-papo com ilustradores e concursos de cosplays são apenas algumas das atrações preparadas para 8ª edição do CuscuzHQ, maior encontro de colecionadores de quadrinhos do estado. O evento acontece neste sábado, 29, no Instituto Metrópole Digital (IMD). As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser realizadas por meio deste link.

Trazendo como tema 80 anos Marvel, o encontro acontece a partir das 9h, no Auditório B205 (primeiro andar), e seguirá com a programação até a noite. Durante o período da manhã, serão realizadas palestras, mesas-redondas e exposição de stands com artista e quadrinistas potiguares, além de apoiadores do evento. Já à tarde, a programação contará com concursos de cosplay. Além disso, serão realizados durante os intervalos sorteios de brindes para os inscritos.

Dentre as atividades, o evento ainda traz a Oficina de Quadrinhos, ministrada pelo quadrinista potiguar José Veríssimo de Souza, e as palestras Megassagas Marvel e Marvel: 80 anos da casa das ideias, além da presença da atual campeã de cosplay do evento, Kelly Batista.

Realizado duas vezes ao ano, o evento é organizado pelo Coletivo CuscuzHQ, grupo natalense de colecionadores de quadrinhos e admiradores da Nona Arte. A primeira edição do evento aconteceu em 2016, contando com 50 inscritos. Atualmente, o CuscuzHQcostuma ter mais de 300 inscritos por semestre.

 

Do G1 RN

Um vigilante foi preso nesta última quarta-feira (26), em Natal, suspeito de ter assassinado a própria mulher. Detalhe: além de a mulher estar viva, ela ainda mora com ele. O mandado de prisão preventiva foi cumprido por policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O suspeito de feminicídio foi levado para a Central de Flagrantes da Delegacia de Plantão da Zona Sul da cidade, onde permanece detido, esperando que a Justiça esclareça o ocorrido.

O G1 consultou o site do Tribunal de Justiça do RN, e encontrou o processo. De fato, o vigilante responde a um crime de feminicídio, no qual o nome da mulher dele realmente aparece como vítima. No processo, inclusive, consta o mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal de Natal. Contudo, na consulta online, não há informações de como nem quando o crime teria acontecido. Há apenas a referência ao artigo 121 do código penal, que é o crime de matar alguém, com referência ao crime de feminicídio, pela condição de a vítima ser mulher.

A assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça do RN disse que vai se informar sobre o caso, e que depois irá se pronunciar.

Voz de prisão

À Inter TV Cabugi, o vigilante disse que foi preso por volta das 18h desta quarta (26), quando estava saindo do trabalho. “Cinco agentes e um delegado me deram voz de prisão. Eu, sem saber de nada, só obedeci. Fui levado para fazer exame de corpo de delito no Itep, depois fui levado para a DHPP e em seguida trazido aqui, para a delegacia. Consta que eu estava foragido desde o dia 5 de junho”, relatou.

Ainda de acordo com o vigilante, ele e a mulher convivem há 7 anos e têm uma filha de 1 ano e 7 meses. “Estou aqui, preso, ainda sem saber o que fazer. Minha esposa esteve aqui na delegacia e também não sabe o que fazer”, acrescentou.

O único problema que o vigilante diz ter tido com a esposa foi uma briga há dois anos, quando ele chegou a responder pelo crime de Maria da Penha. “Foi briga de casal. Cheguei a cumprir uma medida protetiva, e que já foi resolvida e o caso arquivado”, afirma.

A Inter TV Cabugi também falou com a esposa, que é apontada como a vítima do feminicídio. Ela disse que até agora não entende o que aconteceu. “Sobre a briga que tivemos há 2 anos, é um caso que já havíamos dado como encerado. Foi uma briga de casal que já havíamos resolvido. Mas, pelo crime de feminicídio, isso não é justo. A prova é que estou aqui, viva”, disse a mulher.

 

Delegação brasileira em Bruxelas para o fechamento do acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia

Ministério das Relações Exteriores

Agência Brasil – O Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a União Europeia (UE) concluíram a negociação e fecharam nesta sexta-feira (28) o acordo de livre comércio entre os dois blocos. Segundo estimativas do Ministério da Economia, o acordo representará um incremento do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) brasileiro de US$ 87,5 bilhões em 15 anos.

De acordo com o ministério, esse valor pode chegar a US$ 125 bilhões se se considerarem a redução das barreiras não tarifárias e o incremento esperado na produtividade total dos fatores de produção. O aumento de investimentos no Brasil, no mesmo período, será da ordem de US$ 113 bilhões. Com relação ao comércio bilateral, as exportações brasileiras para a UE apresentarão quase US$ 100 bilhões de ganhos até 2035.

 

PM/ASSECOM

Na noite desta quinta-feria (27), policiais militares do 9° Batalhão estavam em patrulhamento, quando se deslocaram até Parnamirim em apoio a uma ocorrência de “sequestro relâmpago” junto com outras equipes da PMRN.

Enquanto realizavam as buscas no intuito de recuperar o veículo que fora tomado de assalto, no bairro de Santos Reis, Parnamirim, os militares perceberam alguns indivíduos em atitude suspeita em frente a uma residência.

Sendo assim, os PMs resolveram proceder com a abordagem, e na busca pessoal encontraram com os suspeitos duas armas de fogo.

Os homens receberam voz de prisão pelo crime de porte Ilegal, e as armas, um revólver cal. 38 e uma pistola 380, foram apreendidas.

Placa Mercosul

Agência Brasil – O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) editou nova resolução, a de número 780, de 26 de junho deste ano, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (28), que barateia os custos com emplacamento dos veículos e aumenta a segurança das placas, dificultando a clonagem e falsificação.

De acordo o documento, novo modelo de Placas de Identificação Veicular (PIV) será exigido para veículos novos ou, no caso dos veículos em circulação, quando houver mudança de município, ou ainda se a placa for furtada ou danificada.

Na última quarta-feira (26), o Contran revogou a resolução, a 729/2018, que havia estabelecida a implantação de placas no padrão Mercosul em todo o território nacional até o dia 30 deste mês.

“Nenhum cidadão que tem um veículo com a placa cinza terá a obrigação de trocar para a nova placa. Isso trará menos transtornos para a sociedade, que não vai precisar arcar com novas despesas, a não ser em casos específicos, conforme decidido pelo Contran”, disse o ministro substituto da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, que presidiu a reunião do conselho.

Pela resolução publicada hoje, a produção da nova placa passa a ser controlada por um sistema informatizado nacional, criado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em parceria com o Serpro, e terá um QR Code, que possibilitará a sua rastreabilidade. “

“É uma placa inteligente, que permite que os agentes de trânsito, por meio de aplicativo de fiscalização do Denatran, verifiquem a regularidade da placa e identifiquem outras importantes informações do veículo”, informou Sampaio. Segundo ele, o QR Code vai, inclusive, dificultar a clonagem e falsificação das placas.

O diretor do Departamento Nacional de Trânsito, Jerry Dias, explicou que a retirada da exigência de implantação da nova placa implica em economia para quem já utiliza a placa atual. “Hoje, são realizadas cerca de 17 milhões de transferências de propriedade por ano sem mudança de município, que a regra anterior exigia que o cidadão obrigatoriamente substituísse as placas. Com a alteração aprovada pelo Contran, estima-se uma economia de aproximadamente R$ 3,4 bilhões ao consumidor final”.

De acordo Dias, o novo modelo da placa resolve, gradualmente, o problema da falta de combinação de caracteres para as placas do país, que está no seu limite. Ele permitirá mais de 450 milhões de combinações.

Segundo o ministério, hoje, a nova placa está presente em sete estados brasileiros: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. São mais de 2 milhões de veículos circulando com o novo modelo das placas veiculares.

Os demais estados estavam aguardando as definições do Contran para iniciar a implantação. Agora, eles terão até o dia 31 de janeiro de 2020 para se adaptarem ao novo padrão.

*Com informações do site do Ministério da Infraestrutura

A Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (SEMTAS), promove na tarde do próximo sábado (29/06) a I Corrida Municipal Diga Não ao Trabalho Infantil. O evento contará com cerca de 300 participantes e percorrerá as principais ruas do centro da cidade, procurando conscientizar a população em relação à temática, principalmente empresários e comerciantes.

O evento faz parte das ações da nova edição da campanha de enfrentamento ao trabalho infantil intitulada “Compartilhe essa ideia”, lançada em 10/06. Segundo a assistente social Patrícia Soares, coordenadora da campanha, esta é a primeira vez que o Rio Grande do Norte fará uma corrida de rua focada nesta causa. Serão duas categorias: Infantil (400 metros), com largada às 14h, e Adulto (4 km), com largada às 16h.

É importante ressaltar que uma série de atividades socioeducativas tem sido desenvolvida nas comunidades desde o lançamento dessa campanha.

Com informações da Assecom

 

Neste sábado (29), será realizado o 5º Arraiá da Associação dos Moradores do distrito de Traíras. O evento terá Robertinho do Acordeon e  apresentação das quadrilhas Jeito Matuto e Encanto do Agreste.

Local: Quadra de esportes, a partir das 20h.

PM/ASSECOM

Na tarde desta quinta-feira (27), policiais militares do 4° Batalhão conduziram à 12ª Delegacia sete jovens suspeitos de práticarem roubos e homicídios na Zona Norte de Natal.

Os suspeitos estavam em um bar na avenida Itapetininga, nas proximidades do Presídio Provisório. Três veículos foram conduzidos, sendo um deles era clonado. Um revólver calibre 38 foi apreendido com um dos suspeitos. Dentre os conduzidos, quatro deles estavam usando tornozelos eletrônicas.

No final dos procedimentos, um foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e outro por receptação. Os demais foram liberados.