Arquivo diário: domingo, junho 2, 2019

As obras de pavimentação de dez ruas no loteamento Novo Alecrim estão próximas de serem concluídas. Trabalho da Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMIN), que traz mais dignidade ao cotidiano da população, saúde para as pessoas, facilitando a mobilidade e o escoamento da produção das indústrias do Distrito Industrial de Macaíba (DIM) e do Centro Industrial Avançado (CIA), incentivando assim a economia local.

A Prefeitura pavimentou mais de 200 ruas em todo o município. Vários locais do município receberam os trabalhos, como Loteamento Santa Rosa, Morada da Fé, Traíras, Mangabeira, Riacho do Sangue, Ferreiro Torto, conjunto Monte Líbano, Loteamento Esperança, Campinas, Campo das Mangueiras e loteamento Bom Sossego.

Assecom

 

As famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal têm direito à Tarifa Social de Energia Elétrica. O benefício, cujo desconto no valor da conta de luz varia de 10% a 65%, pode ser requerido por famílias com renda de até meio salário mínimo por pessoa ou que tenham algum membro que receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Também podem pedir o desconto as famílias com renda mensal de até três salários mínimos e que possuam membros portadores de doença ou deficiência cujo tratamento médico demande o uso continuado de aparelhos com elevado consumo de energia elétrica. Já as famílias indígenas e quilombolas com renda por pessoa de até meio salário terão direito ao desconto de 100% na conta de energia elétrica, até o limite de consumo de 50 KWh/mês.

O percentual é calculado com base no consumo mensal de energia elétrica do domicílio. As famílias que gastam até 30 KWh recebem 65% de desconto. De 31KWh a 100 KWh, o índice é de 40%. Para quem utiliza entre 101 KWh e 220 KWh, o desconto é de 10%.

Suporte

O diretor do Departamento do Cadastro Único do Ministério da Cidadania, Walter Emura, destaca a importância da Tarifa Social no suporte às famílias de baixa renda. “Esse é um dos programas que busca combater a pobreza e auxiliar as pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. A tarifa é fundamental para proteger essa camada da população”, enfatiza.

Para ter acesso ao benefício, é necessário estar com os dados do Cadastro Único em dia. Para isso, basta comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras), portando o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência.

Segundo Emura, manter o cadastro atualizado é fundamental para que o governo consiga ampliar e melhorar os serviços sociais oferecidos. “É importante que o cidadão atualize seu cadastro sempre que houver alguma mudança, como composição da família ou renda mensal. Dessa forma, podemos acompanhar as necessidades da população e melhorarmos nossos serviços”, explica.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:

0800 707 2003

Fonte: Ministério da Cidadania

Como já era esperado, o deputado estadual Hermano Morais confirmou ao ex-senador Garibaldi Alves Filho que vai deixar o MDB.

Hermano já havia externado sua insatisfação de permanecer na legenda há tempos e tem mantido diálogos com o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, sobre a possível ida dele para o PDT.

Mesmo com esse caminho mais provável, Hermano não confirmou para qual partido vai se filiar.

O MDB vive um enfraquecimento em seus quadros de parlamentares nos últimos anos. O partido que já chegou a ter a maior bancada com cinco representantes, hoje só tem dois: Hermano Morais, que confirmou a saída; e Nélter Queiroz, que estuda deixar o partido há algum tempo, mas que segue na legenda.

Informações do Blog do BG