Arquivo diário: quinta-feira, maio 2, 2019

Foto: Wallacy Medeiros / Agecom

Para possibilitar acesso à educação e formação complementar à sociedade, o Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abriu hoje (2) edital de seleção para o Programa de Estudos Secundários (PES).

O programa, que promove educação complementar para estudantes e profissionais de diferentes formações, oferece a quem não possui vínculo ativo nos cursos de graduação da UFRN a oportunidade de explorar e aprender assuntos relacionados à Tecnologia da Informação (TI).

Os interessados têm de hoje (2) ao dia 24 deste mês para se inscrever. A seleção conta com 25 vagas, distribuídas em cinco campos do saber: Bioinformática, Informática Educacional, Inteligência Computacional, Internet das Coisas e Jogos Digitais.

Para participar do processo, basta acessar a página do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa) e preencher o formulário de inscrição. Também é necessário anexar os documentos exigidos, digitalizados a partir de seus originais. A taxa de inscrição é de R$ 70.

A seleção

O processo seletivo será aplicado em etapa única, que consiste em prova de conhecimentos específicos, de natureza objetiva, sobre temas relacionados às bases teóricas e práticas em tecnologia.

A prova será aplicada no dia 14 de junho, no campus central da UFRN. A matrícula dos aprovados acontecerá entre 1 e 5 de julho, com o início das aulas em 22 do mesmo mês.

Os alunos do PES receberão uma matrícula especial, com prazo máximo de 24 meses para conclusão do curso. Mais informações, como a lista de documentos e detalhes da prova de conhecimentos específicos, podem ser conferidas na página de editais do Instituto.

Sobre o PES

Possibilitar que o estudante construa o trajeto de conhecimento que mais lhe interessa, com total flexibilidade, e ainda assim garantir um reconhecimento formal para essa escolha. Esse é o objetivo principal do Programa de Estudos Secundários (PES), uma modalidade de certificação que foi implementada no IMD.

Além de dar ao estudante a oportunidade de se voltar mais diretamente para seus objetivos profissionais ou acadêmicos, o PES também é aberto para pessoas externas à UFRN que já tenham iniciado uma graduação, contribuindo assim para a qualificação profissional no mercado de trabalho.

O Programa é moldado através de uma seleção de disciplinas que compõe uma área específica do conhecimento, a partir de turmas já existentes nos cursos de graduação.

O que muda é que o estudante pode compor a grade de conteúdos que mais combine com seus objetivos para, depois, receber um certificado atestando sua formação na respectiva área. Essa comprovação, que deve ter no mínimo 300 horas, acaba sendo mais específica que o diploma de graduação, que, por sua vez, demonstra a formação mais global do estudante.

Recebemos a informação que na Reta Tabajara em Macaíba os moradores estão sendo alvo de criminosos que roubam animais. Esta semana dois bois foram roubados e logo em seguida os animais foram encontrados mortos em uma estrada, do corpo de um boi só deixaram a cabeça e o couro.

Moradores da região pedem providências do poder público para falta de segurança.

 

 

 

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e telefone

 

Na tarde desta quinta-feira (02), a governadora Fátima Bezerra e o vice-governador  Antenor Roberto, juntamente com o prefeito Fernando Cunha visitaram a fábrica das pipocas Bokus em Macaíba. Recentemente a fábrica adquiriu uma máquina austríaca de fazer pipoca, a única do Brasil.

                                            A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A filial do RN foi inaugurada em 2012, que na época já respondia por 40% do faturamento da empresa, e nos últimos anos teve um crescimento de 30%.

Líder em pipocas no Nordeste, em fevereiro deste ano, a Indústria Boku’s foi uma das quatro beneficiadas com a renovação do Proadi, que concede abatimento fiscal sobre o ICMS, estimulando o crescimento das empresas e a economia local, gerando emprego e renda.

 

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

No início desta semana, o grupo político “Macaíba é nossa e sem medo de ser feliz” realizou sua primeira reunião. O grupo opositor é liderado pelo professor Hailton Mangabeira e conta com membros tanto da zona urbana quanto da zona rural da cidade. O grupo se organiza para disputar a próxima eleição municipal.

O grupo ainda não declarou por qual partido estará na disputa.

 

 

Dados estatísticos divulgados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), na manhã desta quinta-feira (02), apontam uma redução no número de Condutas Violentas Letais e Intencionais (CVLIs) nos primeiros 120 dias de 2019, o menor índice proporcional neste período desde 2015.

Com base nos números fornecidos pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine), nos primeiros quatro meses de 2019 foram registrados 488 CVLIs no Rio Grande do Norte, uma redução significativa quando comparado ao mesmo período em 2018, onde foram registrados 721 crimes, o que resulta em 233 vidas poupadas neste período. Os anos anteriores também apresentaram índices maiores. Em 2017, foram registrados 818 CVLIs, em 2016 ocorreram 629, e em 2015 foram 541 registrados.

Os números informados pela Coine apresentam ainda que o homicídio doloso foi o crime que apresentou maior redução em relação ao mesmo período em 2018. Houve uma diminuição direta de 179 homicídios deste tipo na comparação entre os dois anos.

No início da tarde desta quinta-feira (02), dois homens foram baleados na comunidade do Araçá, em Macaíba. Os atiradores chegaram em uma motocicleta na residência onde estavam os dois homens e efetuaram os disparos de arma de fogo.

Uma das vítimas morreu no local e a outra foi levada para Unidade de Pronto Atendimento.

 

Por volta das 23h desta última terça-feira (30), em patrulhamento de rotina no bairro Planalto, cidade de Ceará Mirim/RN, policiais militares da Força Tática do 11º Batalhão visualizaram um adolescente em atitude suspeita próximo a uma parada de ônibus na BR 406.

Abordado, o jovem, de 16 anos, estava com um simulacro de arma fogo em sua cintura. Os militares realizaram diligencias no intuito de localizar as vítimas de roubo naquela região, tendo em vista que as mesma já haviam relatado as características semelhantes do suspeito.

As vítimas foram localizadas e de pronto reconheceram o menor, bem como, ele confessou a prática dos delitos tendo informado as localizações de alguns pertences que haviam sido subtraídos anteriormente.

Todo material e o menor infrator foram conduzidos à Delegacia de Plantão da Zona Norte para realização de procedimentos cabíveis.

De janeiro até o último dia 28, já foram feitas 18.538 inspeções e identificadas e desligadas 2.156 ligações clandestinas em todo estado.

Energia recuperada pela Cosern até agora na “Operação Varredura” dava para abastecer, por exemplo, o município de São Gonçalo do Amarante por 30 dias.​

Quatro equipes técnicas da Cosern identificaram e desativaram, com apoio da Polícia Civil e do Conselho Regional de Arquitetura e Agronomia (CREA-RN), 27 ligações clandestinas executadas por duas construtoras num canteiro de obra no bairro de Nova Esperança, em Parnamirim, e por moradores de um condomínio na mesma localidade na manhã desta 3ª feira (30).

De acordo com Gilmar Mikeias, Gerente de Recuperação de Energia da Cosern, os “gatos” identificados e desativados estavam provocando perturbações no fornecimento de energia elétrica da região e colocando em risco a vida dos trabalhadores das duas construtoras, bem como a dos moradores do condomínio.

“Além de crime, a ligação clandestina pode provocar a queima de eletrodomésticos”, alerta Gilmar. “Contamos com a ajuda da população para continuar fazendo denúncias anônimas no telefone 116 e no site da Cosern”.

De janeiro até agora, a Cosern já fez 18.538 inspeções com a “Operação Varredura” e desativou 2.156 ligações clandestinas em todo estado. Com essa ação, o volume de energia recuperado pela Cosern seria suficiente para abastecer, por exemplo, um município do porte de São Gonçalo do Amarante por 30 dias.

DICAS DE SEGURANÇA COSERN

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em risco a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no telefone116 da Cosern.

José Aldenir / Agora RN

 

A Prefeitura de Natal estuda reajustar a tarifa de ônibus de Natal dos atuais R$ 3,65 para R$ 3,90. O aumento de 6,7% foi apresentado nesta última terça-feira, 30, por uma comissão técnica da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Ainda não está definida a data em que a nova passagem entrará em vigor.

O estudo sobre a nova tarifa será apresentada na próxima reunião do Conselho Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana. A proposta precisa ser aprovada e, em seguida, enviada para a análise do prefeito Álvaro Dias, que é o responsável por autorizar ou não o aumento das passagens.

As reuniões do Conselho Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana acontecem sempre na última quinta-feira de cada mês. No entanto, em casos específicos, como na situação de reajuste tarifário, o colegiado pode se reunir extraordinariamente.

O último aumento das tarifas de ônibus em Natal aconteceu em 20 de maio do ano passado. As passagens subiram de R$ 3,30 para R$ 3,65.

Agora RN

O Governo do RN garantiu segurança jurídica para empresa de produção de ferro no Seridó potiguar. A confirmação foi realizada, nesta terça-feira (30), pela governadora Fátima Bezerra durante reunião com representantes da MHAG Mineração e a B8biz, sócios no empreendimento.

“O Governo está de portas abertas para que as tratativas prosperem. Daremos apoio às questões de segurança jurídica, patrimonial e manteremos diálogo para avançarmos”, disse a governadora sobre o projeto de modernização apresentado pela empresa que propõe a retomada das atividades de produção de ferro e outros minérios no Estado.

A MHAG Mineração iniciou suas atividades na Mina do Bonito, no município de Jucurutu, em 2005, produzindo cerca de 400 mil toneladas de ferro por ano. A produção estava paralisada desde 2009 por falta de investimentos. Segundo Miguel Bentes, a B8biz será capaz de mudar essa realidade. A empresa pretende captar investidores para aplicação na lavra e concentração de minérios, siderurgia, metalurgia de metais especiais, centros operacionais de alta tecnologia, infraestrutura e criação de polos industriais e logísticos.

“É disso que o Rio Grande do Norte precisa: de pessoas que tenham essa visão para trazer investimentos e projetos que de fato ajudem o Estado a crescer”, acrescentou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado.

De acordo com Miguel Bentes, diretor técnico da B8biz, o projeto propõe obter recursos para a instalação de uma siderúrgica e um porto multicargas no Rio Grande do Norte associados à mineradora potiguar. O empreendimento tem potencial de geração de 7.600 empregos dentro dos próximos 4 anos e 54 mil nos próximos 9 anos.

O projeto está em fase de estudos e licenciamento ambiental. Nesta primeira etapa, que inclui terraplanagem e conceituação do projeto, serão investidos 900 milhões de dólares, o que representa 10% do valor total de investimentos previstos. O diretor da MHAG, Pio Egídio Sacchi, explica que os estudos serão capazes de revelar o enorme potencial mineral distribuídos nos 3 principais polos da região. “São 600 milhões de toneladas que nós sondamos. A gente sabe que esse valor pode chegar a 1.2 bilhão, mas é preciso continuar a pesquisa”, afirmou.

Leonlene Aguiar, diretor-presidente do IDEMA, destacou o interesse do órgão em contribuir com celeridade nos licenciamentos. “A gente sabe que um projeto desse porte leva pelo menos 6 meses para obter a licença prévia, a primeira do processo. Esperamos que até o final do ano a empresa, cumprindo com todas as normas, possa estar com essa licença em mãos”, destacou.

Também estiveram presentes na reunião o vice-governador Antenor Roberto, o secretário de Desenvolvimento Econômico Jaime Calado, o secretário de tributação Carlos Eduardo Xavier, e a supervisora de mineração do IDEMA Ana Valéria.