Arquivo diário: domingo, abril 14, 2019

Agência PRF

No final da noite deste sábado (13), no Km 12 da BR-226, no município de Macaíba, uma equipe de policiais rodoviários federais atenderam um acidente do tipo colisão frontal.

O condutor de um corsa prata, um senhor de 56 anos, invadiu a contramão e colidiu frontalmente com outro veículo, um Ford Ka, também de cor prata.

Foi realizado o teste de etilômetro, ficando constatado o crime de embriaguez, com um valor de 1,03 mg/l (miligrama de álcool por litro de ar expelido), para o condutor do corsa.

O motorista possui habilitação na categoria C e, caso seja profissional, corre o risco de perder o emprego por justa causa.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Plantão da Zonal Sul de Natal.

A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.

(Arquivo/Tomaz Silva/Agência Brasil)

Agência Brasil – O presidente Jair Bolsonaro confirmou hoje (14) a convocação de mais de mil policiais federais aprovados em concurso público no ano passado.

A medida havia sido anunciada na última quinta-feira (11) pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, como parte das ações dos primeiros 100 dias de governo.

Junto com o pacote anticrime, proposto pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e que está em tramitação no Congresso Nacional, a nomeação do novo efetivo para a Polícia Federal faz parte do plano para combater o crime organizado e a corrupção no país.

Combate à corrupção

“O objetivo é compor gradativamente o quadro de inteligência, como no trabalho da Lava-Jato (combate à corrupção) e outros serviços de segurança nacional dentro do orçamento possível destes primeiros 100 dias de mandato”, escreveu Bolsonaro em sua conta no Twitter.

O concurso previa a contratação de 500 pessoas, com nível superior de escolaridade, para as cinco carreiras policiais: 150 para delegado; 60 para perito criminal federal; 80 para escrivão; 30 para papiloscopista e 180 para agente de polícia federal.

Os aprovados estão em fase de convocação para a última etapa do concurso, que é o curso na Academia Nacional de Polícia. A formação dura aproximadamente cinco meses e tem caráter eliminatório.

O DER, Departamento Estadual de Estradas e Rodagens, deflagrou na tarde deste sábado, 13, uma fiscalização, que impediu motoristas de aplicativos que estavam próximo ao aeroporto de São Gonçalo, de realizarem viagens. A ação contou com várias viaturas e policiais, que estimularam os motoristas a realizarem um protesto que bloqueou os dois sentidos da estrada do Aeroporto Aluísio Alves, prejudicando o tráfego de passageiros e funcionários.

Os motoristas entraram ainda na noite deste sábado com uma ação liminar para que a fiscalização seja suspensa.

Com Informações do Blog do BG

O diretor-geral do órgão emitiu nota para falar do caso.

Na condição de diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagens do RN (DER/RN), venho por meio deste prestar o seguinte esclarecimento aos potiguares, sobretudo aos prestadores de serviço e usuários dos chamados transportes especiais, entre os quais os dos aplicativos uber, 99, entre outros:

Neste sábado (13), foi realizada uma ação educativa no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, cujo objetivo era orientar os motoristas dos chamados transportes especiais sobre o decreto 27045 de 2017, que rege os transportes intermunicipais no âmbito estadual e que dá legalidade a quem exercia uma atividade profissional de maneira informal. Não se trata, portanto, de uma ação voltada unicamente para os motoristas do aplicativo Uber. E embora não seja de iniciativa da atual gestão, entendemos ser esta uma iniciativa que facilita as fiscalizações, dá mais segurança a motoristas e passageiros, e faz com que esses profissionais trabalhem conforme determina a legislação.

O decreto foi regulamento pelo DER/RN pela portaria 71 de 12 de setembro passado e estipulou um prazo de seis meses para entrar em vigor. O que isso quer dizer? que eu, enquanto gestor do DER, tenho obrigação de cumprir a legislação e por em prática a portaria.

Não é e jamais será interesse do Governo da professora Fátima Bezerra adotar iniciativas contrárias ao exercício dessa e de qualquer outra prestação de serviço regular. Ao contrário, este Governo está sempre pronto a contribuir com muito diálogo e transparência para que estes prestadores cumpram seu papel de acordo com a regulamentação em vigor.

Ademais, o vídeo editado que circulou na rede de WhatsApp não mostrou, por exemplo, o que falei aos motoristas que estavam no local, sobre a disposição do Governo em facilitar o pagamento das taxas que entrarão em vigor. E que, ao contrário do que estão disseminando, sem o compromisso com a informação verdadeira, as despesas para regularização não chegam a R$ 2 mil.

Manoel Marques
Diretor-geral do DER

Neste domingo (14),  um homem ainda sem identificação foi encontrado morto no bairro Morada da Fé, em Macaíba. O corpo foi encontrado com perfurações, possivelmente de faca, em um matagal. Segundo moradores, a vítima não reside no bairro.

Sem mais detalhes.