Arquivo diário: sábado, março 9, 2019

No início da noite deste sábado (09), houve troca uma de tiros na comunidade do Araçá, margens da RN-160, em Macaíba. De acordo com informações da ConnectTV, bandidos trocaram tiros com a Polícia Militar após roubo de dois veículos.

Ainda de acordo com o blog, três suspeitos foram presos e outros dois conseguiram fugir.

 

 

Foto: Leo Cabral/Rede Sustentabilidade

O partido Rede Sustentabilidade desistiu da fusão com o PPS, informa o Estadão. A sigla registrada no TSE em 2015 não conseguiu superar a cláusula de barreira nas eleições de 2018 e perdeu em fevereiro deste ano o acesso ao fundo partidário e o tempo de TV e rádio.

Principal líder da Rede, Marina Silva votou pela permanência da sigla, decisão obtida por unanimidade.

 

Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

A Polícia Militar apreendeu cargas roubadas de pneus, cervejas e refrigerantes nesta última quinta-feira (7), dentro de um galpão alugado que fica entre as cidades de Parnamirim e Macaíba, na Região Metropolitana de Natal. Ninguém foi preso.

De acordo com a PM, o serviço de inteligência da corporação encontrou o local suspeito com as cargas. Depois que o material foi localizado, os proprietários foram acionados, para que confirmassem que eram os donos das mercadorias.

A polícia estima que aproximadamente 25 mil unidades de cerveja e mais 25 mil de refrigerante tenham sido apreendidas na ação, além de 400 pneus.

Os pneus pertenciam à empresa que foi arrombada em Parnamirim duas vezes nesta semana.

Informações do G1 RN

Agência Brasil – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encontrou-se na manhã deste sábado (9) com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada.

Maia, que deixou o palácio sem falar com a imprensa, tem tratado da tramitação da reforma da Previdência, que se inicia pela Câmara dos Deputados. Ontem (8), ele anunciou para a próxima quarta-feira (13) a instalação de 12 comissões permanentes da Casa, inclusive a de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). A instalação da CCJ é importante porque a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 – enviada pelo governo ao Congresso – começa nesta comissão. A proposta foi enviada no dia 20 de fevereiro.

Cabe à CCJ, no prazo mínimo de cinco sessões do plenário, manifestar-se sobre a constitucionalidade da PEC. Depois disso, a proposta poderá ser analisada por uma comissão especial e, em seguida, votada em dois turnos pelo plenário.

Militares

Nesta sexta-feira (8), Maia também ressaltou que o envio à Câmara do projeto de lei que promove mudanças no sistema previdenciário dos militares pode ajudar o governo a destravar as negociações sobre a PEC 6/2019. “O projeto de lei tramita muito mais rápido do que a PEC, mas ele precisa ser enviado para a Câmara”, disse Maia, destacando a cobrança feita por líderes partidários, que defendem a análise conjunta das duas propostas.

O presidente da Câmara disse, no entanto, que há um compromisso firmado com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, de não votar o projeto de lei antes da aprovação da PEC em dois turnos no plenário da Casa.

“Ontem recebi o ministro da Defesa e disse a ele que os miliares podem ter toda tranquilidade que o projeto deles será votado apenas depois da emenda constitucional [da reforma da Previdência] ser aprovada em dois turnos e encaminhada ao Senado Federal”, afirmou Maia, acrescentando que a ideia é que as duas propostas tramitem conjuntamente.

Benefício de Prestação Continuada

Para Rodrigo Maia, mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) devem ficar fora da proposta da reforma da Previdência. “A gente tem que tomar cuidado para não incluir algo que, do ponto de vista fiscal, é nulo e, do ponto de vista político, pode ser mortal para a reforma”, afirmou.

Segundo Maia, à primeira vista, a fórmula do BPC, enviada pela equipe econômica ao Congresso Nacional, “parece uma proposta razoável, interessante. Só que não é isso que a sociedade que está interpretando”. “Acho que tudo que gera dificuldade na comunicação é melhor que não seja tratado”, argumentou.

O BPC, no valor de um salário mínimo, é pago a pessoas com deficiência e idosos que não têm condições de se manter.

*Com informações da Agência Câmara Notícias

Leo Cabral/ Divulgação

A ex-senadora Marina Silva tem alertado através das suas redes sociais que o Governo Federal tem concedido um grande número de licenças para o uso de agrotóxicos. Agrotóxicos banidos há 20 anos na Europa estão sendo autorizados para serem utilizados no Brasil.

Veja o que disse Marina

O Brasil caminha na contramão ao insistir no uso intensivo de agrotóxicos banidos em outros países. A morte de meio bilhão de abelhas por causa de agrotóxicos é mais um alerta grave das escolhas equivocadas que o país tem feito por um modelo de desenvolvimento insustentável. Sem o trabalho de polinização natural das abelhas, fica comprometida a produção de alimentos (soja, café, laranja e maçã, por exemplo), além da reprodução de uma ampla diversidade de plantas. Esse trabalho polinizador é estimado no valor de R$ 43 bilhões. Sem esse precioso “serviço” das abelhas, perde o meio ambiente e a economia. A “farra dos agrotóxicos” tem efeitos nocivos com impactos sistêmicos na saúde humana, na garantia de um ambiente saudável e na economia do país.

A vegetação nas margens da RN-160 no trecho que vai para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Centro de Saúde Anita Garibaldi cresceu e está do jeito que os bandidos gostam. É do conhecimento dos nossos leitores que esse trecho da rodovia em Macaíba venha registrando muitos roubos de veículos, com o crescimento da vegetação já não é possível o condutor que vai no sentido Jundiaí visualizar se tem alguém escondido nas margens da rodovia.

Se faz necessário que o órgão competente faça a limpeza como sempre ocorre quando a vegetação cresce.