Arquivo diário: terça-feira, março 5, 2019

Nesta última sexta-feira (01), o maior bloco carnavalesco de Macaíba, o Bloco das Virgens, saiu mais vez percorrendo as ruas  Olímpio Maciel e Dinarte Mariz em direção a praça Paulo Holanda, no centro da cidade. O bloco mais tradicional reuniu milhares de foliões ao som da orquestra de Frevo de Genivaldo Lima.

Ao chegar na descida da Dinarte Mariz faltou chão para tanta gente que preferiu ficar na cidade ao invés de curtir o carnaval na capital. De acordo com Netinho França, o público presente superou a expectativa e acredita em uma festa ainda maior no próximo ano.

Confira todas as fotos clique aqui!

 

 

 

Agência Brasil – O estudo “Solucionar a Poluição Plástica: Transparência e Responsabilização”, feito pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), mostra que o Brasil é o quarto país no mundo que mais produz lixo. São 11.355.220 toneladas e apenas 1,28% de reciclagem. Só está atrás dos Estados Unidos (1º lugar), da China (2º) e da Índia (3º).

No Brasil, segundo dados do Banco Mundial, mais de 2,4 milhões de toneladas de plástico são descartadas de forma irregular, sem tratamento e, em muitos casos, em lixões a céu aberto. Aproximadamente  7,7 milhões de toneladas de lixo são destinados a aterros sanitários.

A poluição por plástico gera mais de US$ 8 bilhões de prejuízo à economia global. Levantamento do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) indica que os diretamente afetados são os setores pesqueiro, de comércio marítimo e turismo.

O diretor executivo do WWF no Brasil, Mauricio Voivodic, alertou sobre a necessidade de adotar medidas urgentes para reverter a situação. “O próximo passo para que haja soluções concretas é trabalharmos juntos, por meio de marcos legais, que convoquem à ação os responsáveis pelo lixo gerado. Só assim haverá mudanças urgentes na cadeia de produção de tudo o que consumimos.”

Alerta

Segundo o estudo lançado pelo WWF, o volume de plástico que vaza para os oceanos anualmente é de cerca de 10 milhões de toneladas. Nesse ritmo, mostra a pesquisa, até 2030 serão lançados ao mar o equivalente a 26 mil garrafas de plástico para cada quilômetro quadrado (km2). Aproximadamente metade dos produtos plásticos que poluem o mundo hoje foi criada nos anos 2000.

O diretor-geral do WWF Internacional, Marco Lambertini, afirmou que o sistema atual de produção, uso e descarte de lixo está “falido” e que é necessário mudar o comportamento. “É um sistema sem responsabilidade, e atualmente opera de uma maneira que praticamente garante que volumes cada vez maiores de plástico vazem para a natureza.”

Poluição

A poluição do plástico afeta a qualidade do ar, do solo e sistemas de fornecimento de água. Os impactos diretos estão relacionados a não regulamentação global do tratamento de resíduos de plástico, à ingestão de micro e nanoplásticos (invisíveis aos olhos) e à contaminação do solo com resíduos.

A queima ou incineração do plástico pode liberar na atmosfera gases tóxicos, alógenos e dióxido de nitrogênio e dióxido de enxofre, extremamente prejudiciais à saúde humana. O descarte ao ar livre também polui aquíferos, corpos d’água e reservatórios, provocando aumento de problemas respiratórios, doenças cardíacas e danos ao sistema nervoso de pessoas expostas.

Na poluição do solo, um dos vilões é o microplástico oriundo das lavagens de roupa doméstica e o nanoplástico da indústria de cosméticos, que acabam sendo filtrados no sistema de tratamento de água das cidades e acidentalmente usados como fertilizante, em meio ao lodo de esgoto residual. Quando não são filtradas, essas partículas acabam sendo lançadas no ambiente, ampliando a contaminação.

Soluções

O estudo do WWF faz recomendações sobre possíveis soluções para a situação envolvendo os sistemas de produção, consumo, descarte, tratamento e reúso do plástico. Os cuidados propostos incluem orientação para os setores público e privado, a indústria de reciclagem e o consumidor final.

As propostas incluem que cada produtor seja responsável pela sua produção de plástico, o fim de vazamento do produto nos oceanos – e reúso e reciclagem como base para uso do material. Paralelamente a substituição do plástico por materiais reciclados.

Danos

Entre os principais danos do plástico à natureza estão estrangulamento, ingestão e danos ao habitat. A gerente do Programa Mata Atlântica e Marinho do WWF no Brasil, Anna Carolina Lobo, disse que a maior parte do lixo marinho encontrado no litoral é plástico. Nas últimas décadas, o aumento de consumo de pescados aumentou em quase 200%.

“As pesquisas realizadas no país comprovaram que os frutos do mar têm alto índice de toxinas pesadas, geradas a partir do plástico em seu organismo, portanto, há impacto direto dos plásticos na saúde humana. Até as colônias de corais – que são as ‘florestas submarinas’ – estão morrendo. É preciso lembrar que os oceanos são responsáveis por 54,7% de todo o oxigênio da Terra”, disse.

Ler mais…

Um jovem identificado por Gustavo foi baleado no rosto durante assalto em Macaíba, na noite desta última segunda-feira (4), segundo informações do Senadinho Macaíba.

Ainda de acordo com o blog, a vítima estava junto com uma amiga na rua Olímpio Maciel, quando foram abordados por criminosos em uma motocicleta. Os bandidos atiraram contra a vítima e o tiro atingiu seu rosto. O jovem foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Na zona rural de Macaíba o carnaval foi bastante animado com a realização do Carnaval de Traíras e da 1º Edição do Canafolia no distrito de Canabrava. No domingo (03), o bloco Traz Folia em sua 11º edição animou os foliões da região com paredões de som e o encerramento ficou por conta da Banda Swynga Mullek.

Na segunda-feira (04), foi a vez dos moradores de Canabrava realizarem sua festa com diversos blocos da comunidade na primeira Edição do Canafolia. A animação ficou por conta do som do paredão do Pão.

Confira algumas fotos do carnaval na zona rural:

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e atividades ao ar livre

Divulgação

A imagem pode conter: 1 pessoa

 

A imagem pode conter: 2 pessoas, multidão, céu e atividades ao ar livre

Divulgação

A imagem pode conter: 2 pessoas, atividades ao ar livre

Nesta segunda-feira (04), duas motocicletas foram roubadas em Macaíba. O primeiro registro foi entre os distritos de Traíras e Canabrava, onde três criminosos abordaram o motociclista e levaram a moto, um dos criminosos estava armado.

O segundo caso foi na comunidade de Lamarão, onde um morador estava trafegando por uma estrada de terra quando foi surpreendido pelos criminosos. De acordo com relatos de moradores da região, é frequente a onda de assaltos nas comunidades rurais, até nos assentamentos onde o acesso é mais restrito os criminosos estão roubando.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), admitiu que já pensa em tentar se reeleger em 2020.  De acordo com o Agora RN, o prefeito foi questionado se chamaria o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), para ajudá-lo em seu projeto de reeleição, Álvaro foi sucinto: “Vou chamar qualquer um que queira colaborar para o projeto”.

Agência Brasil – Manifestantes saíram às ruas nesta segunda-feira (4) na Venezuela, atendendo à convocação do autodeclarado presidente interino Juan Guaidó, em protesto contra o governo de Nicolás Maduro. Nas redes sociais, apoiadores de Guaidó postaram imagens das manifestações em diferentes cidades e na capital, Caracas.

Guaidó retornou à Venezuela, depois de 11 dias viajando pela América do Sul, e foi recepcionado por apoiadores que o carregaram e celebraram seu regresso. Havia temor sobre a volta dele ao país pelas ameaças de prisão e ações por parte de autoridades ligadas a Maduro.

O interino fez discurso para os apoiadores e convocou-os para uma mobilização nacional no próximo sábado (9).

“Obrigado a todos pelo carinho e o calor imenso que nos receberam. Convoco o país para uma nova mobilização no sábado, 9 de março. Todo o apoio que recebemos e o respaldo que necessitamos dependem de nos mantermos nas ruas”, disse Guaidó.

Em seguida, o interino agradeceu o apoio internacional que recebeu no regresso à Venezuela.

“Agradecemos aos embaixadores da Argentina, do Brasil, do Canadá, do Chile, do Peu, do Equador, dos Estados Unidos, da Alemanha, da Espanha, da França, dos Países Baixos, de Portugal e da Romênia, que nos acompanharam na nossa chegada à Venezuela em uma demonstração firme do compromisso do mundo com a nossa democracia”, acrescentou.

A Cosern comunica que, para realizar serviços de melhoria na rede elétrica, será necessário interromper temporariamente o fornecimento na quarta-feira, 06, das 09h às 14h, no Sítio Porteiras e adjacências, no município de Macaíba.

Caso os serviços sejam realizados antes do horário previsto, a rede será energizada sem aviso prévio.

Fique atento: a Cosern sempre avisa antecipadamente quando precisa realizar desligamento programado na rede elétrica.

· Em caso de falta de energia, a Cosern orienta:

· Enviar um SMS para 26560, informando apenas o número da sua conta contrato. Para facilitar, salve-a no bloco de notas do seu smartphone; ou

· Telefonar para o 116.

O Governo do Rio Grande do Norte lamenta, com enorme pesar, o falecimento, nesta segunda-feira (04), do médico e ex-deputado Pedro Lucena. Em sua memória, o Estado decreta luto oficial por três dias.

O velório está sendo realizado no Centro Vila Flor, na capela central, no bairro de Morro Branco, em Natal, até as 8h30 desta terça-feira (05). Após a celebração de uma missa, o enterro acontecerá às 9h no Cemitério Parque de Nova Descoberta.

Pedro Lucena tinha 97 anos e faleceu enquanto dormia. Desde 2017, apresentava problemas renais e respiratórios, motivos pelos quais foi internado diversas vezes. Viúvo, deixou cinco filhos, 13 netos e nove bisnetos.

Paraibano, nascido no município de Pirpirituba, morava em Natal desde o início da década de 50, quando tornou-se um dos pioneiros do corpo docente da UFRN e ingressou na política, sendo deputado estadual reeleito com louvor, durante o período de 1963 a 1970. Pedro Lucena teve uma rica atuação nas áreas médica e política, tendo destaque em diversos projetos e obras de sua autoria, bem como participação da mulher nas Forças Armadas e na defesa da arborização intensa das cidades. Sua autobiografia, “Eu, Pedro Lucena – O homem é o que quer ser”, foi lançada em 2015.

Neste momento de profunda dor, o Governo do Estado manifesta sentimento de pesar e solidariedade aos familiares e amigos pela irreparável perda.