Arquivo diário: terça-feira, fevereiro 5, 2019

PM/ASSECOM

Na noite desta segunda-feira (04), policiais militares da Força Tática do 1° Batalhão (FT1) recuperam vários objetos roubados após confronta armado no Bairro de Mãe Luíza, Zona Leste de Natal.

Veiculada, via COPOM, a informação de que vários suspeitos estavam cometendo arrastões nos bairros de barro vermelho e também morro Branco em um carro tipo HB20 de cor branca. Iniciado o patrulhamento intensivo na intensão de localiza-los, chegou nova mensagem de que os suspeitos se encontravam no alto da colina de Mãe Luíza desembarcando os produtos roubados.

O cerco foi montado com o apoio de viaturas de outras unidades e se depararam com Alex Nunes de Farias, 21 anos, Eduardo Lucas da Silva, 21 anos, e um último de nome ainda desconhecido, vulgo Graúna. Houve confronto após atentarem injustamente contra a PM, sendo os criminosos alvejados e socorridos ao hospital, onde Graúna não resistiu aos ferimentos e foi a óbito na madrugada desta terça-feira (05). Já os demais foram submetidos a cirurgia e continuam internados.

Foram apreendidos uma espingarda calibre 12, dois cartuchos calibre 12, dois televisores de 32″, um televisor de 28″, um monitor de 19″, um Tablet, três aparelhos celulares, um relógio de pulso, um óculos de grau e um veículo HB20 de placas frias.

Todos os pertences recuperados das vítimas foram apresentados na Central de Flagrantes para os procedimentos legais.

Informações da Polícia Militar

O Governo do Estado informou que não existe saldo de R$ 400 milhões no caixa. A informação é do secretário de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, que divulgou nesta terça-feira (05), o Boletim Mensal com o fluxo de caixa dos recursos do Tesouro detalhando as receitas e as despesas pagas em janeiro.

A arrecadação de janeiro, que inclui receitas próprias e transferências constitucionais da União, foi de R$ 944,9 milhões e o total das despesas pagas de R$ 875 milhões. Do saldo de R$ 69,5 milhões, estão comprometidos R$ 59 milhões com o pagamento de gastos realizados em janeiro que não foram pagos, em virtude da não abertura do orçamento de 2019. Estes custos são referentes a medicamentos, insumos hospitalares, fornecedores de alimentação para hospitais e presídios, combustível para viaturas e ambulâncias, contas de água e luz, dentre outros.

“O Governo tem trabalhado para manter todos os serviços funcionando, negociando prazos e fazendo acordos, para não comprometer os atendimentos essenciais à população e dar o mínimo de previsibilidade para o pagamento dos servidores. Pois entendemos o quão caótico é não saber quando vai receber”, declarou Carlos Eduardo Xavier, secretário de Tributação.

Em janeiro, a arrecadação do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – foi de R$ 515 milhões, dos quais 25% foram repassados para os municípios. A segunda maior fonte de arrecadação foi do FPE – Fundo de Participação dos Estados, totalizando R$ 391,3 milhões, dinheiro que também é compartilhado com os municípios.

“Todos os pagamentos efetuados em janeiro são imprescindíveis ao funcionamento do Governo do Estado. São despesas com a folha de pagamento de pessoal, repasses aos municípios, duodécimos, programas de governo como o PROADI, dívidas e repasses constitucionais. Não há sobras no orçamento. Há fluxo de caixa que nos permite dar aos servidores e fornecedores previsibilidade de recebimento”, explicou Aldemir.

Para os municípios, os repasses oriundos de ICMS foram R$ 134,6 milhões. O Tesouro Estadual também repassou R$ 161,7 milhões ao Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

A folha salarial da administração direta e indireta, paga com recursos do Tesouro, totalizou R$ 369 milhões. Aos poderes foram transferidos R$ 122 milhões. Além disso, foram pagos R$ 21,7 milhões às empresas que participam do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (Proadi); R$ 19,3 milhões com juros e amortizações das dívidas financeiras; R$ 14,2 milhões com bloqueios judiciais e precatórios; R$ 12,3 milhões do Pasep; R$ 10 milhões do Arenas das Dunas e R$ 10 milhões com outras despesas de custeio.

“Temos que levar em consideração a sazonalidade do fluxo de receitas. Historicamente, o primeiro bimestre do ano é marcado pelo aumento da arrecadação e, especificamente no mês de janeiro, o orçamento geral do Estado encontra-se fechado, dificultando o pagamento de custeio. Por outro lado, o bimestre março/abril se caracteriza pela queda das receitas, sobretudo do Fundo de Participação do Estado. Em 2018, por exemplo, o FPE teve uma queda, entre o primeiro e o segundo bimestres, de R$ 160,5 milhões. É com este cenário que estamos trabalhando em 2019”, reforçou Aldemir.

Balanço de caixa

A Prefeitura do Natal divulgou no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (04) o Edital Nº 01/2019, que trata do Processo de Seleção Simplificado para Contratação Temporária, a fim de integrar o Cadastro de Reserva de Professores, para atuação no Programa Nacional de Inclusão de Jovens – ProJovem Urbano. A processo seletivo é conduzido pela Comissão Permanente de Concurso Público da Secretaria Municipal de Educação (COMPEC-SME)

O Processo Seletivo se dará através de análise curricular, de caráter eliminatório e classificatório, para as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Língua Inglesa. Poderão participar da seleção os candidatos com idade mínima de 18 (dezoito) anos na data da contratação e com habilitação específica para o cargo selecionado. Vale ressaltar que será reservado um percentual de 5% das vagas para pessoas com deficiência.

A remuneração é de R$ 1.907,00 para os professores aprovados, que irão cumprir a carga horário de 30h semanais, distribuídas de segunda à sexta-feira, no período noturno, das 18h às 22h, e aos sábados, nos turnos matutino e/ou vespertino.

Os profissionais selecionados atuarão como educador de Ensino Fundamental, ministrando aulas dos componentes curriculares, utilizando material fornecido pelo ProJovem Urbano.

A inscrição será realizada pela internet, do dia 04 ao dia 11 de fevereiro de 2019, e efetivada mediante pagamento de taxa de R$ 60,00 (sessenta reais). O candidato precisa ter habilitação em nível superior – licenciatura plena – em Letras Língua Portuguesa, Língua Inglesa e em Matemática; certificado em curso de conhecimentos básicos de informática; e experiência profissional no Ensino Fundamental, na Educação de Jovens e Adultos ou no ProJovem de, pelo menos, um ano, a partir de 2008.

A inscrição deverá ser efetivada, no período de 05 a 12 de fevereiro de 2019, das 8h às 13h, na sala da COMPEC – sede da Secretaria Municipal de Educação, sala 509, Rua Fabrício Pedroza, 915, Areia Preta, Natal/RN. Para isto, o candidato precisa entregar a seguinte documentação: formulário de inscrição; boleto bancário e comprovante de pagamento; foto 3X4; original e cópia do RG e CPF; certidão de quitação eleitoral, emitida pelo TSE; original e cópia da quitação do serviço militar, para candidatos do sexo masculino; original e cópia de diplomas e certificados; e, para pessoa com deficiência, laudo médico que comprove sua condição.

O resultado parcial será publicado no DOM, no dia 14 de fevereiro de 2019, e o resultado final, no dia 20 de fevereiro de 2019. O concurso será homologado pela SME após a publicação do resultado final. O Processo Seletivo terá validade de janeiro/2019 a janeiro/2020. Para ter acesso ao edital, o formulário de inscrição e o boleto bancário, estarão disponíveis na página da Prefeitura Municipal do Natal, no site:www.natal.rn.gov.br/sme/.

 

Fábio Dantas mal saiu do governo do Rio Grande do Norte e já aparece na imprensa criticando o atual governo. Será que Fábio esqueceu que foi o vice-governador de Robinson Faria?

Não custa lembrar que o governo atual  herdou em dívidas mais de R$ 2,3 bilhões.

Divulgação/Via redes sociais

Na tarde desta terça-feira (05), policiais do 11º Batalhão de Polícia Militar perseguiram um veículo Celta que acabou capotando no distrito de Jundiaí, em Macaíba. O homem que estava no veículo foi baleado em uma das pernas e sua identidade ainda não foi relevada.

A perseguição foi registrada populares que estavam na região próxima ao local onde o suspeito foi preso.

Fake news

Sobre a informação que o Governo do Estado  possui R$ 400 milhões em caixa, o secretário-chefe de Gabinete Civil, Raimundo Alves afirmou em reunião com servidores da segurança pública que esse valor não existe. A informação que circula em redes sociais trata-se de uma fake news.

 “Esse valor não existe. Inclusive vamos mostrar o balancete do mês de janeiro”, afirmou.

Em reunião hoje entre o Governo do Estado e as entidades representativas dos servidores ficou acordada a data do pagamento de fevereiro do funcionalismo público estadual da seguinte forma: no dia 11 vão receber 30% do salário os servidores que ganham acima de R$ 6 mil, dia 15 será feito o pagamento integral de quem ganha até R$ 6 mil e no dia 28, fechando a folha, recebem o complemento de 70%  quem ganha acima de R$ 6 mil.

O secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, reforçou a intenção do Governo de pagar os salários dentro do mês trabalhado, conforme ocorreu em janeiro e como será agora em fevereiro. Os representantes dos servidores pedem que até o dia 28 seja apresentado um calendário para o pagamento dos salários atrasados.

Nesta quarta-feira será realizada uma reunião das entidades que representam os servidores com os secretários de Administração, Virgínia Ferreira, de Planejamento, Aldemir Freire, e de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, para que sejam apresentados os balancetes de janeiro do Governo do Estado, atendendo ao pleito dos sindicatos.

O prefeito Fernando Cunha vai assinar uma nova ordem de serviço na tarde desta quarta-feira (06/02). Esta será a segunda ordem de serviço em menos de uma semana. Na quinta-feira passada, o gestor municipal assinou uma referente à pavimentação no Loteamento Santa Rosa, em Mangabeira.

Desta vez, a comunidade contemplada será Pé do Galo, que também receberá uma nova obra de pavimentação, mais precisamente na Avenida São Luís, dando sequência à “Caravana das Obras”, que desde 2014 já contemplou mais de 150 ruas em todo o município, nas zonas urbana e rural.

Esta não é a primeira vez que a Prefeitura de Macaíba realiza obras desse tipo na localidade. No ano de 2013, antes mesmo do início da “Caravana das Obras”, foram três ruas calçadas em Pé do Galo. Em 2018, mais quatro ruas receberam calçamento.

Comunidades, bairros e distritos como Loteamento Esperança, Campo da Santa Cruz, Campo das Mangueiras, Morada da Fé, Traíras, Mangabeira, Canabrava, Tabatinga, Cajarana e Lagoa do Mato são alguns exemplos de locais que receberam os trabalhos da maior operação de pavimentação da história de Macaíba, levando mais saúde e mobilidade para a população macaibense.

 

Do Portal do IFRN – O que o IF significa para mim eu não consigo expressar em nenhuma palavra. Só sei que desejo voltar como docente, o que será uma honra!”. A frase finaliza o depoimento da estudante Flávia de Souza Rodrigues, que acaba de concluir o curso Técnico Integrado em Edificação no Campus São Paulo do Potengi e ser aprovada para o Curso de Engenharia Civil da UFRN, através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). A verticalização da sua formação, um dos objetivos do IFRN, passa pelas experiências acadêmicas e pessoais vivenciadas na Instituição, o que ela compartilha no texto abaixo:

‘Sou filha de dois agricultores que nem o ensino fundamental completo possuem. Tenho maior honra de ter uma família humilde, de coração muito bom e trabalhadora. Fui ensinada a lutar pelos meus objetivos. Mainha, apesar de sempre intensa, sempre me lembrava: “minha filha, você nem sempre vai ganhar, mas não precisa desistir”. Meus pais sempre se esforçaram para dar a melhor educação possível para mim e para minha irmã. Teve um tempo que as coisas estavam difíceis lá em casa e, naquela época, saiu um edital na Sociedade Educadora São Francisco, aqui em São Paulo do Potengi (SPP). O edital oferecia bolsa integral ou parcial. Estudei para conseguir e, no dia do resultado, quando menos esperava, meus antigos professores do fundamental chegaram com um carro de som anunciando que eu havia conseguido. Acho que ali eu comecei minha batalha.

Como meu pai também era servente, desde pequena eu estava vendo ele atuando, né? Para qual filha o pai não é um herói? Gostava de brincar com argamassa desde cedo, queria rebocar as paredes como ele, passar a régua e tudo mais; até então, sabia que queria engenharia civil, mas naquela época ainda não sabia que existia o IFRN. Dois anos antes do ensino fundamental II acabar, Josa, diretora da Sociedade Educadora São Francisco, chegou no meio da aula e começou a falar que Fátima (acho que deputada naquela época) tinha um projeto de trazer o Instituto para SPP e que a escola poderia ser uma grande oportunidade. Quando ela terminou de apresentar o IF, ingressar nele tinha se tornado um sonho.

Fomos conhecer a estrutura do IFRN e aquilo parecia coisa de outro mundo. Estudei em casa o ano todo e consegui. Ingressei no IFRN! Entrei com a ideia na mente de que o IF seria o abridor de portas. Quando saiu o resultado, já tinha vários sonhos, tinha prometido para mainha que no final do IF, ela iria ter uma filha formada, uma filha que ia se esforçar ao máximo para melhorar as nossas condições de vida.

Enquanto estudava lá, conheci Neuber, professor do curso de Edificações. Eu o chamo de pai, porque a forma que ele acreditou em mim… Nunca vi! Se eu falasse: “quero conquistar o mundo, será que dá certo?” Ele só respondia dizendo que eu era capaz.

Foi sendo orientada por ele, em um projeto de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, que viajei por algumas cidades e tive artigos aprovados em eventos, desde os federais como Secitex e Expotec, a importantes eventos externos, na área da construção como Ibracon, Elec’s e outros. E também em revistas como a Editorial Office of International Journal of Architecture, Arts and Applications. O projeto, as vivências que obtive em cada oportunidade dessa me fez desenvolver um amor maior pela área, de me imaginar construindo sem destruir o meio ambiente, além de uma vontade imensa de projetar visando contribuir também socialmente.

Não só Neuber, mas cada professor que eu tive no IF, cada contato, tudo foi importante para concretizar minha aprovação em Engenharia Civil. Os professores do Instituto são figuras com mentes brilhantes. Quando se entra numa escola desse tipo, geralmente, ou você sai com certeza daquele curso que você já havia imaginado ou você descobre sua paixão. Quando penso no IF, só me vem a ideia de que: não é só uma escola, nunca foi só aprendizado acadêmico. O aluno que ingressa flutuando, dentro de uma bolha, no IF se reconstrói totalmente. Nós temos contato com adversidades e é isso que faz o ser humano evoluir, se adaptar. A gente sai preparado não só para uma vida acadêmica ou profissional, saímos com uma visão de vida totalmente diferente, a realidade é sempre o eixo central dos nossos aprendizados. E isso deixa a gente mais humano também, a gente sabe o quanto pode ser difícil a vida de um aluno que sai de casa todos os dias às quatro horas da manhã para chegar lá na escola; o quanto é difícil ser de família humilde e sabemos o quanto os pais se orgulham em ver o filho(a) alçando novos ares.

Por exemplo, lá em casa, nunca passou pela cabeça da minha mãe que viajaria para apresentar um trabalho, que as promessas de ajuda financeira sairiam, que a oportunidade de mudar nossa vida poderia ser concretizada. E foi o IF que me deu essa esperança, que me possibilitou realizá-las.

No meu último ano, já estagiando na Coordenação de Laboratórios do Campus, estava determinada a passar no Enem. Para me ajudar, um amigo meu me deu uma conta do Descomplica, onde comecei a assistir as vídeo-aulas.  Carol e Ruthiane, duas ex-alunas do IF, também ajudaram, corrigindo minhas redações. Não foi fácil, teve dia que não aguentava mais tanta aula… Quando ficava difícil assim, eu lembrava porque eu não podia desistir: lembrava da promessa que eu tinha feito para mainha.

Dia 28 foi um dia incrível, liguei para mainha um dia antes chorando, dizendo que não iria conseguir. Ela me pediu para ter calma e acreditar nos planos de Deus. Me consolou com isso. Segunda de manhã, quando abri a página do SiSU, dei um grito tremendo: “consegui!”, depois corri para abraçar minha irmã e comecei a chorar. Essa aprovação significa muito para mim! Mainha ainda não consegue acreditar, pois é um grande sonho se realizando; é a possibilidade de ser a primeira graduada da família, de ter um emprego bom e dar conforto para família e é só o primeiro passo que imagino dar.

Termino dizendo que, dentre as pessoas importantes nessa jornada do IF, destaco Iasmin e Josivânia, mãe dela. Elas já são parte da minha família, delas vieram incentivos acadêmicos importantes para minha persistência nos meus sonhos. Além de ajudarem a realizá-los, sempre apresentaram portas onde eu achava que não possuíam saídas e, o mais importante, sempre me mostraram que – apesar das dificuldades – eu era e sou muito capaz de conseguir realizar meus sonhos.”

Agência PRF

Durante fiscalização de rotina, no Km 118 da BR 101, em São José de Mipibu/RN, no final da manhã desta segunda-feira (4), uma equipe de policiais rodoviários federais deram ordem de parada ao condutor de um ônix prata, que não atendeu ao comando.

Os policiais então iniciaram o acompanhamento tático, conseguindo abordar o veículo cerca de 10 km depois, já no município de Parnamirim.

Após realizar consultas aos sistemas informatizados, foi constatada a ocorrência de furto para esse veículo, no último dia 30 janeiro, na cidade de Caruaru/PE.

O condutor, um homem de 28 anos, que já responde na justiça pelos crimes de furto e furto qualificado, nas comarcas de Solânea e Bananeiras, do Estado da Paraíba, foi autuado por receptação.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Judiciária de Parnamirim.

Foto: PRF

No final da noite desta segunda-feira (4), compareceu à Unidade Operacional da PRF, em São Gonçalo do Amarante, uma vítima de um arrastão a uma fazenda na BR 406, entre Natal e Ceará-Mirim.

Uma equipe da PRF de pronto se deslocou ao local da ocorrência. Quando os policiais chegaram, os bandidos estavam acessando a BR e houve a interceptação do veículo, um Corsa Classic, que havia sido tomado de assalto do proprietário.

 

 

 

 

 

Nesse momento houve troca de tiros, ficando alvejado e indo a óbito um dos envolvidos no crime. Equipes da Polícia Militar e da Força Nacional estiveram no local dando apoio a ocorrência.

Os outros cinco ocupantes do veículo fugiram. Dentro do Corsa foram apreendidas três armas longas, um revólver calibre 38 e todo o produto do roubo.