Arquivo diário: quarta-feira, janeiro 30, 2019

Agência Brasil – A Defesa Civil de Minas Gerais atualizou, no final da tarde hoje (30), em 99 o número de vítimas do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, identificadas pelo Instituto Médico Legal (IML). O último balanço da corporação registra 259 desaparecidos.

De acordo com a Polícia Civil, dos 99 mortos, 57 foram identificados. A orientação é que as famílias não compareçam ao IML e, sim, comuniquem-se via internet e redes sociais.

Segundo a Defesa Civil, cinco dias após o desastre causado pelo rompimento da barragem, ainda há regiões de Brumadinho que sofrem com a falta de energia.

O tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador da Defesa Civil, disse que os trabalhos na região da mina do Córrego do Feijão começaram por volta das 4h da manhã.

A barragem B6, com água, segue monitorada 24 horas por dia, segundo o órgão, sem risco de rompimento. Um plano de contingência, entretanto, foi elaborado de forma preventiva.

Conforme o balanço, foram localizados 225 funcionários da Vale, 168 terceirizados ou moradores da comunidade. Ainda não foram localizados 101 empregados da mineradora. Dez pessoas estão hospitalizadas e são 264 desabrigados.

Choveu hoje durante parte do dia. Entretanto, segundo o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara, a água não “afetou significativamente o nível de água da barragem”, permanecendo uma “situação garantida de segurança”.

Buscas

Aihara informou que as buscas de hoje tiveram como foco a área do antigo refeitório da Vale. O monitoramento, acrescentou, ocorre em toda a área por onde os rejeitos se espalharam, coberta a partir de grupos distribuídos em 18 pontos.

Hoje tropas enviadas de São Paulo já começaram a atuar. Elas foram espalhadas em seis pontos de monitoramento. As atividades também foram reforçadas por 58 voluntários, que ficam nas imediações e contribuem na verificação de vestígios de corpos.

Reforços

Amanhã (31), serão incorporadas aos trabalhos de buscas tropas vindas de Santa Catarina e do Espírito Santo. Quanto aos militares israelenses, o porta-voz do Corpo de Bombeiros informou que a previsão da participação deles é até sexta-feira e que a continuidade será discutida “em nível de governo”.

O grupo vai receber também o apoio do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Minas Gerais. “Já temos 16 pelotões de 25 PMs. São militares especialistas que vêm complementar pontos específicos de difícil acesso. A ideia é de progressão em espiral para que consigamos verificar todas as áreas”, explicou o Major Flávio Santiago, da PM estadual.

Investigações

O delegado da Polícia Civil Arlen Bahia informou que foram realizados hoje 35 atendimentos no Instituto Médico Legal (IML). Ela acrescentou que agentes da corporação começaram a formalizar a “coleta de provas subjetivas”, ouvindo sobreviventes. E que esta atividade seguirá dentro das investigações.

Questionado por jornalistas, o delegado mineiro pontuou que ainda “é muito prematuro chegar a uma conclusão”.

 

Menor de idade apreendido durante ação polêmica da Polícia Rodoviária Federal em Macaíba ainda não foi solto. Diferente dos cinco homens que foram presos durante a mesma ação e que foram soltos no sábado (26), o adolescente por nome de Diogo segue sem sua liberdade.

Ação da PRF que terminou na prisão de cinco homens e  apreensão do menor aconteceu na sexta-feira, no sábado em uma audiência de custódia o juiz responsável não encontrou no que foi entregue pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) qualquer comprovação de que foram eles os responsáveis pelos crimes para garantir a prisão. Nas redes sociais, amigos criticam a demora da justiça na libertação de Diogo.

 

Alisson Taveira e Styvenson Valentim

O primeiro suplente do senador Styvenson Valentim emitiu uma nota.

Em relação às notícias publicadas da suposta saída do Senador Styvenson da REDE, ainda não posso me posicionar enquanto não houver um comunicado oficial do Senador. Por ora, estamos acompanhando as notícias, esperando que tudo não passe de mais uma especulação da mídia, tendo em vista que o partido acolheu a candidatura cidadã do Capitão Styvenson, dando-lhe autonomia e independência para a sua campanha, acreditando nas suas boas intenções e propostas, na sua honestidade e na chance de renovação política.

(Alisson Taveira, 1° Suplente do Senador Styvenson e Porta-voz da REDE Touros)

O senador Styvenson Valentim não está filiado à Rede Sustentabilidade. Em contato com o porta-voz da Rede no Rio Grande do Norte, Freitas Júnior nos informou que no sistema da Justiça eleitoral não consta mais o nome do capitão na lista de filiados do partido.

Novo partido

Nos bastidores é apontado que o senador que tomará posse nesta sexta-feira (01), terá como destino o partido do vice-presidente Mourão, o PRTB. Outras três siglas não estão descartadas também para possível filiação.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe até esta sexta-feira, 1º, as inscrições para o concurso de professor substituto. Com 13 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva, a remuneração para as oportunidades pode chegar a R$ 10.043,67, com regime de trabalho de 20h ou 40h.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente via internet e a taxa é de R$ 50,00. A ficha de inscrição on-line, bem como o edital e os programas da seleção, estão disponíveis no endereço eletrônico www.sigrh.ufrn.br (Menu Concursos → Concursos Abertos → Edital 003/2019).

ASSECOM/RN DANINA FROMER

O Governo do Estado paga nesta quinta-feira, 31, o salário do mês de janeiro de todo o funcionalismo, cumprindo acordo feito pela governadora Fátima Bezerra com entidades sindicais e associativas que representam os servidores públicos do Rio Grande do Norte. Serão pagos os 70% restantes do valor para quem já recebeu o adiantamento no último dia 10 e o salário integral para quem já recebe em dia (servidores da Educação e de órgãos com recursos próprios, como Caern e Idema). O mesmo procedimento será repetido no pagamento da folha de fevereiro.

O Governo garante, ainda, que não vai parcelar os salários atrasados, mesmo diante das dificuldades que levaram a governadora a decretar calamidade financeira no Estado. Todo o dinheiro extra que entrar em caixa será direcionado para o pagamento das três folhas deixadas pela administração anterior, totalizando quase R$ 1 bilhão.

Os recursos extras poderão vir da antecipação dos royalties do petróleo, da renegociação da administração da folha junto ao Banco do Brasil, da partilha da cessão onerosa do pré-sal, entre outras fontes.

O vice-presidente Hamilton Mourão tem demonstrado ser uma pessoa bastante moderada e seu protagonismo já incomoda bolsonaristas. Mourão tem dado declarações sensatas em situações difíceis que o governo Bolsonaro enfrenta.

Mourão já não é alvo de críticas como antes dos anti-bolsonaro. Seu protagonismo agrada os críticos do governo e incomoda ala pró-bolsonaro.

Mourão vem mostrando que não é um vice decorativo.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Agência Brasil – A assessoria do Palácio do Planalto informou que o presidente Jair Bolsonaro já caminha pelo corredor do Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde está internado, mostrando boa evolução clínica.

Bolsonaro também escreveu no Twitter que, além de reassumir a Presidência da República, tem feito exercícios e fisioterapia. “Os trabalhos que já vinham sendo tocados pela nossa equipe seguem com afinco. O apoio que estou recebendo será fundamental para minha total recuperação. Muito obrigado! Um forte abraço a todos!”, disse.

O presidente retornou ao exercício da presidência às 7h de hoje (30). Segundo a agenda oficial divulgada à imprensa, ele não recebe autoridades hoje, apenas terá despachos.

O presidente se recupera da cirugia realizada na segunda-feira (28), que durou sete horas e reconstruiu o seu trânsito intestinal. Bolsonaro está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) especial, com privacidade e a presença de família, o mesmo quarto desde quando deu entrada no hospital, no último sábado (26).

A assessoria do Planalto informou que não há previsão de quando Bolsonaro poderá se encontrar com ministros e autoridades. A previsão é que ele permaneça por 10 dias em recuperação.

O começo do ano é um bom momento para fazer a limpeza da caixa d’água. Depois das férias, em que algumas residências ficaram fechadas, é interessante retornar e fazer esta manutenção, assegurando a qualidade da água fornecida pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

A educadora ambiental da Caern, Roberta Medeiros Falcão, recomenda a limpeza periódica para garantir o consumo humano apropriado, tendo em vista que a Companhia garante a qualidade do produto até o hidrômetro. A limpeza da caixa d’água elimina detritos e trata a formação de crostas que podem ser formadas nas paredes do depósito.

O serviço pode ser realizado pelo proprietário ou por uma empresa especializada. Em imóveis ocupados durante todo o ano, recomenda-se que a higienização seja feita a cada seis meses. No caso de casas fechadas por longos períodos que permanecem com água, o produto é considerado impróprio para o consumo humano até que o reservatório seja limpo, porque o cloro utilizado para a desinfecção da água perde a eficácia ao longo dos dias, necessitando da renovação da água.

COMO LIMPAR

Para evitar o desperdício durante a limpeza do recipiente, a água dispensada pode ser utilizada na limpeza da casa. Para seguir com a higiene do reservatório, deve-se adquirir o material básico, como vassoura, esponja, balde, pincel para pintura à cal e água sanitária.

As instruções da Caern são para a limpeza de caixa d’água com mais de 5 mil litros:

1: Eliminar a água que ainda resta na caixa. Para isso, fechar o registro da caixa d’água e abrir torneiras para se desfazer do produto;

2: Quando a caixa estiver com um palmo de altura de água, desligar torneiras e começar lavagem. Para isso, utilize uma vassoura nova ou esponja para esfregar a parte interna do reservatório;

3: Abrir as torneiras para esvaziar a caixa, removendo a água suja que restou;

4: Em um balde plástico de 20 litros de água misture com 20 colheres de sopa de água sanitária. Use tantos baldes quantos forem necessários para enxaguar todas as paredes da caixa;

5: Espalhar a mistura nas paredes e fundo da caixa d’água com o auxílio de uma brocha nova ou de um pincel largo (modelo utilizado para pintura à cal);

6: Deixar a mistura agir como desinfetante na estrutura por 30 minutos;

7: Ligar novamente todas as torneiras para eliminar a solução e limpar os canos;

8: Abrir o registro de entrada para obter água limpa, na altura de um palmo, para o enxaguar o reservatório;

9: Esfregar dentro da caixa e em seguida esvaziá-la;

10: Repetir a operação com mais um palmo de altura de água. Em seguida, esvaziar o reservatório, abrir o registro de entrada e encher novamente a caixa d’água, que estará pronta para uso;

11: Coloque a tampa na caixa d´água, assegure que ela esteja travada para que não entre pequenos animais, aves ou sujeiras. Isso evita a contaminação e transmissão de doenças;

12: Deixe registrada a data da próxima limpeza na parede externa da caixa e repita o processo a cada seis meses.

É importante, ainda, que se programe com antecedência o dia da lavagem da sua caixa d’água, dando preferência ao fim de semana. Não esquecer de usar botas e luvas para realizar todo o processo, e de uma escada em caso de caixas elevadas.

SESAP/ASSECOM

A Coordenadoria de Promoção à Saúde (CPS) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) promoveu uma discussão sobre a prevenção da gravidez não intencional na adolescência. O debate aconteceu durante um Fórum realizado na manhã desta quarta-feira, 30, no auditório da Sesap, com a presença dos técnicos da CPS, Unidades Regionais de Saúde Pública, além de representantes das secretarias estaduais de Justiça e Cidadania, Educação, profissionais de entidades das áreas de Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Enfermagem, Comitê de Mortalidade Materno Infantil, Coordenação Estadual da Infância e Juventude, e demais instituições envolvidas com a temática.

A coordenadora da CPS, Neuma Lúcia de Oliveira, explicou que a iniciativa do Fórum partiu da Lei Federal 13.798, de 3 de janeiro de 2019, a qual instituiu a Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência. A Sesap elaborou uma nota técnica de orientação aos municípios com orientações sobre ações a serem executadas. “Precisamos reforçar a necessidade de se trabalhar as ações de forma contínua e permanente; queremos lembrar que o alerta para essa temática deve estar presente no cotidiano dos serviços, pois a gravidez é um tema entre tantos que envolvem os adolescentes, um público com muitas vulnerabilidades, daí a importância de mantermos as parceiras com outras instituições, trabalharmos com os movimentos sociais, inserindo o tema em outras áreas”. A nota técnica orienta a adoção de ações contínuas, como rodas de conversa com profissionais, oficinas com adolescentes e implementação da Caderneta de Saúde do Adolescente nas unidades de saúde.

A subsecretária de Planejamento e Gestão da Sesap, Márcia Lucas, reforçou a importância da integração das ações. “A gravidez na adolescência é um indicador importante de saúde, ocorre em várias situações, e a Sesap tem o cuidado de ter esse olhar intersetorial, com uma agenda de políticas articuladas”. A assistente social da Área Técnica da Saúde do Adolescente e do Jovem, Maria Aparecida da Silva, apresentou os dados e as ações desenvolvidas nesta área temática. Ao final do Fórum serão dados os encaminhamentos para uma agenda de ações.

O resultado do Sistema de Seleção Unificada 2019 (Sisu), divulgado nesta última segunda-feira (28), trouxe uma grande alegria para a jovem, Alana Araújo, 20, moradora da Rua da Coité e ex-estudante da Escola Estadual Dr. Severiano, que conseguiu um feito inédito para um cidadão de nossa cidade: a aprovação no curso de Medicina da UFRN/Campus Caicó. Filha de uma comerciante com um funileiro mecânico, e terceira de quatro filhos, Alana falou ao Macaíba News que esse era o seu sonho desde criança e que teve que se desdobrar em duas para conseguir ser aprovada no curso mais concorrido do país, após cinco tentativas.

“Esse era o meu sonho desde criança. As brincadeiras sempre tinham algo de medicina no meio. Eu tinha que me desdobrar em duas, pois, devido ser aluna do Curso de Enfermagem na UFRN, Campus Central, eu tinha que passar o dia todo na universidade, dividindo espaço entre os assuntos da graduação e os assuntos do ensino médio. Então, é algo que não consigo mensurar. Não tenho palavras para descrever a minha alegria e a alegria dos meus familiares. Ainda estou sem acreditar. Como disse, esse era um sonho desde criança, que se tornou realidade depois de cinco tentativas. É uma vitória enorme diante de uma sociedade tão desigual e com tantas falhas na educação pública”, declarou.

Alana é um exemplo para todos os macaibenses que almejam vencer pela Educação. Com sua aprovação no curso mais concorrido do país, ela mostrou aos estudantes de escolas públicas de nossa cidade que eles têm capacidade de passar em qualquer curso, e que para isso são precisos apenas dois requisitos: sonhar e estudar. “Gostaria de agradecer a todos que me acompanharam nessa jornada, especialmente aos meus familiares e amigos que sempre acreditaram na minha capacidade – sobretudo minha mãe, por todo esforço que ela teve para me educar, por todo incentivo e por me tornar o que sou hoje”, finalizou.

Do Macaíba News