Arquivo diário: quarta-feira, novembro 7, 2018

A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN publicou editais referentes a cursos de especialização de forma gratuita. Ao todo, são 206 vagas distribuídas entre a modalidade presencial, em diversos campi do estado, e na modalidade de Educação a Distância.

Vagas

O primeiro edital (nº 35/2018) é destinado ao curso de especialização em Práticas Assertivas da Educação Profissional Integrada à Educação de Jovens e Adultos (pós-graduação lato sensu), na modalidade a distância, com ingresso no segundo semestre letivo de 2018. Estão sendo disponibilizadas 1.500 vagas para os interessados de todas as regiões do Brasil. As inscrições estão acontecendo desde 8 de outubro e vão até o dia 12 de novembro. No IFRN são 50 vagas.

Já o segundo edital (nº 37/2018) é para os cursos superiores de pós-graduação lato sensu em nível de especialização, na modalidade presencial, com ingresso no primeiro semestre letivo de 2019. São 116 vagas, divididas entre os cursos de Educação Ambiental e Geografia do Semiárido (Campus João Câmara, com 36 vagas disponíveis) e Ensino de Ciências Naturais e Matemática (Campi Parnamirim e Pau dos Ferros, com 40 vagas disponíveis, cada). Com inscrições abertas desde 30 de outubro, os interessados têm até 12 de novembro para se inscreverem.

Para o curso de especialização em Gestão Ambiental, no Campus Natal-Central (editais nº 38/2018 e nº 39/2018), são ofertadas 40 vagas para, sendo 35 destinadas à ampla concorrência e cinco exclusivamente aos servidores do Instituto. Com ingresso no primeiro semestre letivo de 2019, o curso é presencial. As inscrições foram abertas em 30 de outubro e também terminam em 12 de novembro.

Inscrições

As inscrições dos candidatos e das candidatas devem ser feitas exclusivamente via internet, no Portal do Candidato, por meio do sítio do Sistema Gestor de Concursos (SGC) do IFRN.

Acesse as páginas da seleção:

Portal do Candidato 

Especialização em Práticas Assertivas da Educação Profissional Integrada à Educação de Jovens e Adultos

Especialização em Educação Ambiental e Geografia do Semiárido e em Ensino de Ciências Naturais e Matemática

Especialização em Gestão Ambiental (Ampla Concorrência)

Especialização em Gestão Ambiental (Servidores do IFRN)

45776544_2225283590816592_5965695632680157184_o-1

A ex-senadora Marina Silva recebeu a visita do ex-governador do Ceará Ciro Gomes, do Partido Democrático Trabalhista (PDT), nesta quarta-feira (7). No encontro realizado na sede da REDE, em Brasília (DF), as duas lideranças conversaram sobre o desafio de construir uma oposição democrática, em conjunto com a sociedade, para defender as instituições e o interesse nacional. A porta-voz Nacional da legenda, Lais Garcia, e o coordenador executivo do partido, Bazileu Margarido, participaram da reunião.

Marina acrescentou que o senador reeleito da REDE pelo Amapá, Randolfe Rodrigues, também tem articulado no Congresso Nacional a formação de um bloco parlamentar com dirigentes de partidos que compartilham desses mesmos princípios.

Em outubro, Marina Silva e Ciro Gomes disputaram à Presidência da República nas eleições gerais.

PC/ASSECOM

Na tarde desta quarta-feira (07), a Polícia Civil recebeu das mãos do governador do Estado do Rio Grande do Norte, Robinson de Faria, 57 viaturas descaracterizadas, que serão distribuídas entre as delegacias do Estado. A solenidade de entrega contou com a presença da secretária de Segurança Pública, Sheila Freitas; da delegada-geral da Polícia Civil, Adriana Shirley; do comandante da Polícia Militar, coronel Osmar José Maciel de Oliveira; do subcomandante da Polícia Militar, coronel Lenildo Melo de Sena, além de outras autoridades da área de segurança pública. Delegados integrantes da Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol) e lotados em outras delegacias também participaram da solenidade.

As viaturas foram adquiridas através do programa Governo Cidadão, com recursos na ordem de R$ 3 milhões. “Desde 2012, o governo do Estado não adquiria e entregava viaturas próprias para a Polícia Civil. Por tal motivo, hoje é um momento de alegria, de conquista e de fortalecimento para a instituição Polícia Civil”, destacou o governador Robinson de Faria.

A secretária de Segurança Pública, Sheila Freitas, salientou que esta frota de veículos será de extrema importância para o avanço dos trabalhos investigativos, pois as equipes da Polícia Civil contarão com mais estrutura. “Desde 2012, a Polícia Civil só recebia viaturas locadas e este recebimento das 57 viaturas próprias é uma conquista para as delegacias. Para nós da Polícia Civil é um dia de muita alegria”, afirmou a delegada-geral Adriana Shirley.

Ainda na tarde desta quarta-feira, o governador do RN visitou as novas instalações do novo Laboratório de análise de DNA do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP).

Confira imagens da solenidade: https://youtu.be/GZktXjoysnA

A entrada do conjunto Manoel Dias tem sido nas últimas semanas ponto favorito dos criminosos em Macaíba. De acordo com relatos de moradores da região, o trecho entre a parada de ônibus na margem da BR-226 até o referido conjunto habitacional vem registrando diversas ocorrências de roubos, principalmente de motocicletas.

 

 

Agência PRF

A Polícia rodoviária Federal prendeu no início da tarde desta última segunda-feira (5), no km 201 da BR 304, em Lages/RN, dois irmãos acusados de serem os responsáveis pela morte de uma criança de um ano e meio de idade, além de terem baleado a mãe e o pai, na noite do último domingo (4), na cidade de Mossoró, região Oeste do Estado.

A PRF recebeu a informações da Polícia Civil de Mossoró de que os suspeitos estariam se deslocando de Mossoró para Natal, em uma Zafira de cor verde, veículo que faz viagens de lotação entre as duas cidades. Uma equipe que fazia policiamento na região fez diligências e abordou o carro.

No automóvel foram identificados os dois irmãos, de 21 e 23 anos respectivamente. Na bagagem deles foram encontrados um revólver calibre 38 com seis munições intactas, além de um tablete pesando 440 gramas de maconha.

A princípio os suspeitos negaram o envolvimento no crime, porém logo em seguida o homem de 21 anos confessou que teria participado, inclusive assumindo a autoria do assassinato do bebê. Os dois foram presos e encaminhados à delegacia especializada em homicídio de Mossoró, para o devido flagrante.

A Prefeitura de Macaíba e a Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) estão oferecendo uma série de cursos profissionalizantes para a população do município. Mais de 370 pessoas estão inscritas nas atividades ofertadas em 15 cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), sendo alguns deles Operador de Caixa, Pedreiro de Alvenaria, Auxiliar de Recursos Humanos, Preparador de Pescado, Eletricista instalador predial de baixa tensão entre outros.

Os cursos têm duração de aproximadamente três meses. O prefeito Fernando Cunha esteve presente na sede da EAJ, local onde os cursos são realizados, na tarde desta terça-feira (6) e parabenizou os estudantes, enfatizando o ensino da Escola. “A Escola Agrícola tem contribuído para a qualificação do pessoal de Macaíba, tanto na zona urbana como na zona rural. O ensino de qualidade da UFRN com certeza vai contribuir para que vocês se capacitem muito bem”, afirmou.

Na ocasião também estiveram presentes a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Andrea Carla Ferreira; o coordenador geral do Pronatec na UFRN, João Inácio da Silva Filho; o coordenador técnico do Pronatec na UFRN, Paulo Mário de Carvalho Faria e Iago Oliveira, assessor técnico da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas).

Macaíba é o segundo município com o maior número de turmas do Pronatec no Rio Grande do Norte desde o início do programa, em 2011. Ao todo, daquele ano até 2018, 194 turmas foram formadas no município beneficiando mais de 4 mil pessoas. A Prefeitura de Macaíba mantém uma parceria com a EAJ para realização dos cursos desde 2013.

Plenário do Senado aprova urgência para projeto com isenção tributária para o diesel.

Arquivo/Agência Brasil

Agência Brasil – O Senado aprovou nesta quarta-feira (7) projetos de lei que concedem aumento aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ao procurador-geral da República. O reajuste altera o subsídio dos 11 integrantes do STF e da atual chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge, de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil e provoca um efeito cascata sobre os funcionários do Judiciário, abrindo caminho também para um possível aumento dos vencimentos dos parlamentares e do presidente da República.

A proposta relativa aos membros do STF teve 41 votos favoráveis, 16 contra, e uma abstenção, após os senadores aprovarem, na tarde de ontem (6), a inclusão do texto na Ordem do Dia de hoje. Já o projeto do salário do procurador-geral da República foi aprovado de forma simbólica pelo plenário.

A votação provocou divergências entre os senadores desde o início do dia, depois que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, manifestou “preocupação” com a possibilidade de reajuste. Segundo Bolsonaro, o momento não é adequado para o aumento.

Câmara

A matéria foi aprovada pela Câmara dos Deputados, mas tramitava no Congresso desde 2016, depois de ter ficado paralisada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Neste ano, o Supremo aprovou um reajuste de 16% no salário dos ministros da Corte a partir de 2019.

Escolhido como relator de plenário, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) alterou o texto para adequar o reajuste, informando que não haverá efeito retroativo para os anos anteriores.

“É importante registrar às senhoras e senhores que existe um compromisso assumido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal de extinguir o auxílio-moradia hoje pago aos membros do Poder Judiciário, anulando assim o impacto orçamentário”, afirmou Fernando Bezerra, ao encaminhar voto favorável ao projeto.

Reações

Antes mesmo da votação, alguns senadores já criticavam a medida. A senadora Regina Sousa (PT-PI), por exemplo, defendeu que a matéria não entrasse em pauta.

“Eu não acredito que este Senado vá votar a favor disso, porque, ao mesmo tempo em que se quer votar reajuste para quem está no andar de cima, no último andar, há um projeto para adiar o reajuste dos servidores para 2020. Que contradição é essa? Não tem para os servidores, não pode ter para os magistrados também. Sem falar no efeito cascata para os Estados”, afirmou Regina Sousa.

Após anunciar o resultado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), esclareceu que os projetos foram colocados em pauta de forma legítima e transparente. Segundo Eunício, a Procuradoria-Geral da República não vai extrapolar a Emenda do Teto dos Gastos, que limita o aumento das despesas públicas durante 20 anos.

Eunício lembrou também que o requerimento de urgência para votação das propostas foi aprovado ontem na presença dos senadores.

Ao defender a aprovação do projeto, o senador Romero Jucá (MDB-RR) disse que o Judiciário é responsável por decidir internamente sobre os gastos. “Estamos votando aqui uma mensagem do Poder Judiciário, que é independente, que tem autonomia orçamentária e financeira.”

O ex-presidente do Senado, Renan Calheiros (MDB-AL) lembrou que tramita na Câmara uma proposta de emenda à Constituição que acaba com o efeito cascata sobre os salários dos magistrados federais a cada reajuste dos ministros do STF. “Com a responsabilidade de quem paralisou esse reajuste desde 2016, eu quero dizer que vou ajudar neste momento a não trincar as relações entre os Poderes e dando um crédito de absoluta confiança ao presidente do STF [Dias Tóffoli] de quem eu ouvi que vai acabar com o auxílio-moradia e retirar outros penduricalhos”, afirmou.

Responsabilidade fiscal

Relator do projeto na CAE que havia emitido um parecer contrário ao texto, Ricardo Ferraço (PSDB-ES) disse que a matéria viola a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Constituição, já que não há dotação orçamentária suficiente para o aumento.

“O cálculo feito pela Consultoria do Senado dá conta de que esta matéria impacta as contas nacionais em torno de R$ 6 bilhões. E aí vale perguntar: como fará o estado quebrado e falido do Rio de Janeiro? Como fará o estado quebrado e falido do Rio Grande do Sul e até o de Minas Gerais? Porque existe o efeito cascata. Esse impacto trará aos nossos estados enormes consequências”, questionou.

Para Roberto Requião (MDB-PR), o problema está na falta de informações sobre a extensão do reajuste. Ele disse que mandou fazer um levantamento sobre os salários dos juízes e desembargadores do Paraná, estado que tem em torno de 1.150 juízes.

“Seiscentos juízes receberam, em setembro, mais do que R$ 60 mil. Então, isso desarma esta conversa de que [o reajuste] vai ser diminuído porque liquidarão o auxílio-moradia. O auxílio-moradia é irrisório, são R$ 4 mil. Quero dizer a vocês que eu sou daqueles que votariam um bom salário, se eu soubesse qual é o bom salário”, disse o senador, informando que mais da metade dos tribunais de Justiça dos estados não revelaram ao STF o salário dos seus juízes.

.

Seguindo no cumprimento das promessas feitas na campanha, o vereador Netinho França conseguiu mais uma oportunidade para os macaibenses, em especial para a juventude, na área do ensino superior de pedagogia.

O vereador se reuniu com os administrador da empresa, Daniel, FACERN, para analisar e proporcionar, além da formação profissional, a ampliação da geração de emprego e renda na cidade. A ONBYTE oferece uma ótima estrutura, Laboratório de aulas práticas, Bibliotecas e Estágio.

CURSO: Pedagogia – 100 vagas.
HORÁRIOS E DIAS: TERÇA-FEIRA: 40 ALUNOS (19H ÀS 21H30)
QUINTA-FEIRA: 30 ALUNOS
(19H ÀS 21H30)
SÁBADO: 30 ALUNOS
(14h ÁS 17h)
[VAGAS LIMITADAS]

ATENÇÃO PARA AS DATAS

MATRÍCULAS: No período de 12 a 14 de novembro, das 8h as 12h, os interessados devem comparecer ao gabinete do ver. Netinho França na Câmara Municipal para preencher o formulário com dados e pegar a autorização. Trazer documentação básica – RG, CPF e Endereço.

Assessoria

Resultado de imagem para parque das dunas

Idema

O Parque Estadual Dunas do Natal “Jornalista Luiz Maria Alves” receberá no dia 11 de novembro a segunda edição da Feira de Livros e Autores Potiguares do Parque das Dunas. A feira, que será realizada ao lado do Anfiteatro Pau-brasil, em um espaço sombreado, conta com mais de 50 autores e editoras potiguares.

Bate-papos, contações de histórias, exposições e lançamentos coletivos fazem parte da programação oficial da feira, que objetiva proporcionar um encontro ímpar entre cultura e natureza. O evento acontece das 9h às 17h e será marcado pelas palavras de autores consagrados nas áreas de prosa, poesia, literatura de cordel, literatura de viagens, fotografias e uma ênfase especial na área de livros infantil e muita poesia.

As inscrições seguem abertas até o dia 9 de novembro. A taxa de participação para os autores e editores é de apenas R$20 e pode ser feita de forma presencial diariamente, no horário das 7h30 às 11h e das 13h às 17h30, no Setor de Informações do Parque.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL DA II FEIRA DE LIVROS E EDITORAS POTIGUARES DO PARQUE DAS DUNAS

DATA: 11 DE NOVEMBRO DE 2018

MANHÃ: 9 ás 12:00 horas

9:00 – Eliete Marry – Contação de história

9:15 – Marcos Medeiros – Declamação de poesia

9:30 – Zelma Bezerra Furtado de Medeiros – Apresentação do livro “A Presença da Mulher na Literatura do Rio Grande do Norte”

9:45 – Ícaro Cóbe Nogueia- ´Leitura do livro “O Menino que queria correr”

10:00 – Eva Potiguar

10:15 – Marlene Dantas Santana – Apresentar os três pontos importantes sobre meio ambiente

10:30 – Fernando Fernandes Fontes – Leitura do livro “Dois Consecutivos”

10:45 – Luiz Mário da Costa – Declamação de poesia

11:00 – 11:20 – Celinha Bombom, Rita Catita, Jussiara, Jardia Maia e Janaina Leite – Contação de histórias

11:30 – Encontro do Conselho Municipal do Livro e da Leitura com o setorial da Literatura e a sociedade

TARDE: 14 ÀS 17:15 horas

14:00 – Lúcia Eneida – Contação de histórias

14:15 – Rejane Souza – Contação de histórias

14:30 – Mauricio Cardoso Garcia – Declamação de poesia

14:15 – Marilú do Nascimento Salvador Lourenço – Dramatização

14:30 – Marilda do Nascimento Salvador – Apresentação de cordel

14:45 – Daniel França de Veras – Leitura de trecho do livro “Ventos de Mudança” (esse livro concorre ao prêmio Sérgio Buarque de Holanda do Ministério da Cultura).

15:00 – Damiana Lima – Contação de histórias

15:15 – Gercina Dalva da Silva dos Santos – Leitura de um trecho do livro “Quando Amanhecer” e declamação de poesia

15:30 – Eva Potiguar

15: 45 – Marconi da Silva Castelo Branco – Apresentação musical

16: 00 – Celinha Bombom, Rita, jussiara, Jardia e Janaina

16: 20 – Bárbara Lima de Medeiros – Leitura do trecho do livro “O Sindicato das Bailarinas Circences”

16:30 – “Ciranda Tamarear: educação para conservação”. Uma parceria do Centro Infantil A Arte de Nascer e do Projeto Tamar!

17: 00 – Contação de história – Trotamundos Cia. de Artes

17:15 – Encerramento

LANÇAMENTO DE LIVROS

– Gilberto Morel de Paula e Souza – Livros “Poemas e Emoções” e “Sentimentos e Poesias” (manhã e tarde)

– Stanley de Lima Mendonça – Livro “Lições Preliminares de Maçonaria” (manhã)

– Gabriela Costa Beltrão de Assis – Livro “A supermenina BELU e seu amigo BUBU” (manhã e tarde)

– Geraldo Batista de Araújo – Livro: “Moleque de Acari II” (manhã)

– Mauricio Cardoso Garcia – Livro: “O Pássaro Beijaamores” – tarde

– Jânia Souza – Livros: “Pingos de Momento e O Jovem Lenhador e o violão” (manhã e tarde)

– Leonardo de Melo Versieux – Livro: ““Pisosfera”

– Marilu do Nascimento Salvador Lourenço e Pedro Henrique Lourenço Rodrigues – Livro: “A galinha de Angola e a Raposa Pipa”.

– Marilda Salvador e Marilu Lourenço: “A dança dos famosos no Zoológico”

– Terceiro livro: A princesa Alice e o ambiente. ……autores : Ana Alice e Marilu Lourenço

– Dorinha Timóteo – Livro: “Bonequinhas de Pano”

— Ivaita Souza– Livro “Mingau”

– Célia Bombom- Literatura de cordel: “A Princesa Bombom” (sobre a união), ”A Bruxa Ilú” (sobre drogas), “A palhacinha Bombom”, “O Guarda Jabuti “(dicas de trânsito)

– Francisco de Assis Ferreira de Lima – Quadro Negro Comics revista de Quadrinhos.

– Tereza Custódio de Queiroz – “O Valente Mendonça”

– Fernando José de Barros Costa Filho – “Bando do Eu”

– Givânia Machado – “ À Flor da Pele”

– Gersina Dalva da Silva dos Santos – “Vivências”

(Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Agência Brasil – O PT entrou com uma representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz federal Sérgio Moro em que pede que ele seja impedido de assumir o cargo de ministro da Justiça no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro.

O partido argumenta que Moro não pode se exonerar do cargo de juiz, o que é necessário para que possa assumir o de ministro, enquanto responde a apurações disciplinares. O PT cita o artigo 27 da resolução 135/2011 do CNJ, segundo o qual “o magistrado que estiver respondendo a processo administrativo disciplinar só terá apreciado o pedido de aposentadoria voluntária após a conclusão do processo ou do cumprimento da penalidade”.

O próprio PT questiona no órgão, em diferentes representações, a imparcialidade de Moro para julgar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. São alvo de questionamentos atos do juiz como a divulgação de áudio com conversas gravadas da ex-presidente Dilma Rousseff e a condução coercitiva de Lula.

Representação

Mais recentemente, o PT abriu representação contra Moro após a divulgação pelo juiz, dias antes do primeiro turno das eleições, da delação premiada na qual o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci implica Lula em atos de corrupção investigados na Lava Jato.

Na representação protocolado nesta terça-feira (6), o PT volta a acusar Moro de interferir no processo eleitoral. O partido cita declarações do vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, que à imprensa disse que “durante a campanha foi feito um contato” sobre a possível ida do juiz para o Ministério da Justiça.

“É muito evidente – agora mais que antes – que a liberação do sigilo de uma colaboração premiada com potencial de prejudicar um dos candidatos e que, no mesmo sentido, beneficia o outro, interferindo ilicitamente na disputa que se operou, fora feita em interesse particular, parcial, de um juiz que fora convidado a compor o governo do candidato que intentou beneficiar”, diz a peça assinada por nove congressistas do PT.

Em resposta ao corregedor Nacional de Justiça, Humberto Martins, Moro negou que tenha tido “qualquer intenção” de interferir no processo eleitoral e disse que o PT, ao acionar o CNJ, busca “cercear decisões da Justiça que contrariam os seus interesses partidários”.

Agência Brasil – Pela primeira vez em Brasília, depois de confirmado que participará do governo Jair Bolsonaro, o juiz federal Sergio Moro desembarca hoje (7) na capital para reuniões. Moro vai se encontrar com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para formalmente receber informações sobre a pasta.

O Ministério da Justiça incorporará Segurança Pública, a Controladoria-Geral da União e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, hoje sob tutela da Fazenda. Ontem (6), durante entrevista coletiva, Moro disse que quer ouvir os “colegas mais experientes” para iniciar os trabalhos.

Pela primeira vez em Brasília, depois de confirmado que participará do governo Jair Bolsonaro, o juiz federal Sergio Moro desembarca hoje (7) na capital para reuniões. Moro vai se encontrar com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para formalmente receber informações sobre a pasta.

O Ministério da Justiça incorporará Segurança Pública, a Controladoria-Geral da União e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, hoje sob tutela da Fazenda. Ontem (6), durante entrevista coletiva, Moro disse que quer ouvir os “colegas mais experientes” para iniciar os trabalhos.