Arquivo diário: quarta-feira, outubro 3, 2018

Zonas eleitorais de Natal e Polícia Militar se reúnem para tratar sobre a segurança nas eleições

Dando continuidade aos preparativos para o dia 07 de outubro, os juízes eleitorais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) se reuniram nesta última  terça-feira (02) com os representantes dos batalhões da Polícia Militar de Natal para tratar sobre a segurança das zonas eleitorais no dia das eleições.

Além dos membros da segurança, estiveram presentes todos os juízes eleitorais das zonas de Natal, Marco Antônio Mendes Ribeiro (1ª ZE), Agenor Fernandes da Rocha Filho (2ª ZE), Gustavo Eugênio de Carvalho Bezerra (3ª ZE), Sulamita Bezerra Pacheco (4ª ZE) eDivone Maria Pinheiro (69ª ZE), além da Procuradora Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, Cibele Benevides, os promotores eleitorais, os chefes de cartórios das zonas e o representante do Núcleo de Segurança da Presidência do TRE-RN, Coronel Fonseca.

Na ocasião, foram feitos os últimos ajustes na logística de segurança no âmbito da capital e montadas estratégias para garantir a seguridade do pleito. Os juízes eleitorais realizaram a explanação de algumas condutas e regras que precisam ser seguidas pelos eleitores, ao passo que os membros da Polícia Militar também fizeram suas considerações sobre a demanda.

O encontro teve o propósito principal de estreitar a relação da Justiça Eleitoral com a Polícia Militar, a fim de que as duas esferas possam estar em sintonia no dia da votação, garantindo um processo eleitoral tranquilo e seguro para o eleitor.

Do Agora RN – Um grupo de bandidos foi assaltado por outra quadrilha em um posto de combustíveis no município de Caiçara do Rio do Vento, interior do Rio Grande do Norte. O crime inusitado aconteceu por volta das 4h, na madrugada da última terça-feira, 2.

A princípio, quatro homens chegaram ao posto Frei Damião em um carro Fiat Palio fingindo serem clientes. Eles disseram ao frentista para abastecer o carro no valor de R$ 50, mas quando o funcionário começou a abastecer, o grupo anunciou o assalto. Em seguida, os bandidos levaram os clientes e funcionários do posto para dentro da loja de conveniência, onde foram rendidos e roubados.

Neste instante, um veículo Duster com três homens que já vinham de um assalto a uma agência de turismo no município de Fernando Pedroza e a uma lotérica em Caiçara, também chegou ao posto. O grupo recém-chegado foi abordado pelos bandidos que já estavam no local e levados à loja de conveniência. Eles só foram soltos quando revelaram que também eram criminosos – mas um deles ainda teve o celular roubado.

Os mesmos ladrões já haviam assaltado aquele posto em maio deste ano. Na ocasião, levaram dinheiro do cofre e os produtos da conveniência. Desta vez, conseguiram apenas roubar dinheiro do caixa e produtos.

Deputado Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia Legislativa do RN — Foto: João Gilberto/ALRN

Foto: João Gilberto/ALRN

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta última terça-feira (2) denúncia contra o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), por corrupção passiva.

Com isso, será aberta uma ação penal e o político responderá na condição de réu. O recebimento da denúncia não significa que a Corte considera o deputado culpado.

Segundo a acusação, no ano de 2009, ele recebeu R$ 300 mil para interceder junto aos demais deputados da Assembleia Legislativa em favor da aprovação de um projeto que dispunha sobre o programa de inspeção veicular e manutenção de veículos em uso no Estado do Rio Grande do Norte.

Em nota, a defesa de Ezequiel Ferreira afirmou que o recebimento da denúncia em processos é considerado algo comum pelo meio jurídico, mas considerou que há fragilidade do conjunto de provas que acompanha a acusação.

“A defesa apenas estranhou a temporalidade atual – em razão do período eleitoral – o que causou estranheza e indignação aos que acompanham o processo, configurando suspeita de motivação política. A defesa acredita que na confirmação da verdade dos fatos e inocência que será confirmada em julgamento”, afirmou na nota.

Embora o foro para julgamento de deputados estaduais não seja o STF, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte enviou o caso à Corte, porque mais da metade do desembargadores se declararam impedidos para julgar o processo.

Votaram pelo recebimento da denúncia os ministros Luiz Fux (relator), Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. O ministro e presidente da Turma, Alexandre de Moraes, não participou do julgamento.

Para Fux, há elementos documentais que justificam a abertura da ação penal para a continuidade das investigações.

“Sobretudo no que se refere a efetiva percepção de vantagem indevida pelo denunciado tendo em vista a existência de extratos bancários que sinalizam a sinalização de pagamentos”, disse o relator.

Informações do G1 RN

Na noite de ontem (02), a InterTV Cabugi realizou o último debate com os candidatos ao governo. Um dos momentos engraçados do debate foi quando o governador Robinson Faria (PSD) comentou: ‘eu sabia que aluno colava, mas professora não!’

Robinson se referiu ao programa de governo da candidata Fátima Bezerra (PT), ao qual copiou o programa de governo do Piauí, do seu colega de partido Wellinton Dias.

Resultado de imagem para mourão

Candidato a vice-presidente de Jair Bolsonaro, o general da reserva Hamilton Mourão voltou a criticar o décimo terceiro salário nesta terça-feira (02), de acordo com a Folha de SP. Em uma palestra no Rio Grande do Sul na semanada passada, Mourão afirmou que o décimo terceiro era uma “mochila nas costas dos empresários” e “uma visão social com chapéu dos outros”.

Mourão só faltou dizer se ele já abriu mão do décimo terceiro salário dele, ao qual o contribuinte paga, pois ele é um servidor público.

Assista Mourão criticando décimo terceiro.