Arquivo diário: quarta-feira, setembro 5, 2018

Instituto Santos Dumont (ISD) comunica, oficialmente, a ocorrência de um assalto às dependências do Campus do Cérebro, localizado em Macaíba (RN), na tarde dessa quarta-feira (05/09), por volta das 17h.

Não houve feridos e nem pessoas mantidas reféns. Somente danos materiais que estão sendo apurados pelas autoridades responsáveis.

O ISD lamenta profundamente o ocorrido e reitera a sua crença de que o trabalho em educação é um instrumento fundamental para transformação social e mudança no cenário de violência enfrentado pela nossa sociedade.

 

Foto: Divulgação ISD

No final da tarde desta quarta-feira (05), quatro criminosos realizaram assalto no Campus do Cérebro em Macaíba. O campus do Cérebro fica localizado no distrito de Jundiaí, onde quatro criminosos saíram de dentro de vegetação e entraram no Campus, rendendo funcionários, estudantes e o vigia que teve sua arma roubada. A ação só terminou após os criminosos perceberam a chegada da polícia ao local.

Foram roubados pertences pessoais, dinheiro e uma arma. A Polícia Militar realizou buscas na área, mas os criminosos conseguiram fugir pela vegetação.

Duas adolescentes foram apreendidas em Macaíba após serem flagradas com uma certa quantidade de drogas. O fato aconteceu nesta última terça-feira (04), quando policiais realizavam ronda nas redondezas do Mercado Público, uma das adolescentes estava vendendo drogas e a outra nega que não estava vendendo.

As duas adolescentes foram conduzidas pelos policiais militares  para delegacia de Plantão em Natal.

A Vila Olímpica de Macaíba recebeu a visita dos representantes do Clube UNESCO, na tarde desta terça-feira (4). O secretário municipal de Esportes e Lazer, Flaubert Benício apresentou o local para os representantes Matheus Moreira, diretor de Esportes nacional do Clube e Danniel Montenegro, diretor de Esportes do Clube UNESCO no Rio Grande do Norte.

Na oportunidade, Danniel afirmou sobre o espaço: “Estive presente na visita do ministro do Esporte (Leandro Cruz) à Vila e tive uma visão muito boa. Não tenho dúvida que tenha sido uma ideia brilhante do prefeito ter construído não só para o município de Macaíba como para todo o Rio Grande do Norte. Sem dúvidas vai tirar muitas crianças das drogas, vai dar um rumo a muitas crianças da região e de outras cidades circunvizinhas”, disse.

Matheus também ressaltou as qualidades do espaço e a iniciativa da Prefeitura em construir o local. “Achei a Vila Olímpica de Macaíba é um dos melhores equipamentos hoje do Nordeste voltado à preparação de atletas e a preparação de atletas no esporte. Estamos saindo daqui com a impressão de que realmente em Macaíba existem políticas públicas voltadas para o esporte, que é uma coisa que a gente sente falta andando no Nordeste, falta de projetos e estruturas como essa. Estou satisfeito com aquilo que vi, acho um grande projeto e a Prefeitura de Macaíba está de parabéns”, afirmou.

Sobre o Clube UNESCO

Os Clubes UNESCO são grupos de pessoas como associações sem fins lucrativos, ONG, escolas, universidades, fundações, círculos culturais, sociais e administrativos da comunidade que tem como objetivo divulgar e promover os ideais da UNESCO (Organizações das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), desenvolvendo projetos e trabalhos voltados para a educação, ciência, esporte entre outras atividades.

Assecom

Resultado de imagem para alckmin programa eleitoral divulgação

Agência Brasil – O Ministério Público de São Paulo apresentou hoje (5) uma ação de improbidade administrativa contra o ex-governador e candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) pelo suposto recebimento de R$ 7,8 milhões da Construtora Odebrecht em doações não declaradas à Justiça Eleitoral para a campanha ao governo estadual em 2014.

O promotor Ricardo Manuel Castro também pediu a condenação de Marcos Antônio Monteiro, presidente da Imprensa Oficial à época da doação e tesoureiro da campanha. Mais tarde, com Alckmin reeleito, ele ocupou o cargo de secretário estadual de Planejamento.

A própria Odebrecht também é acusada na ação de praticar atos de corrupção. De acordo com a ação, foram feitos nove pagamentos em dinheiro vivo de abril a outubro de 2014. Os recursos eram repassados em um hotel a um emissário de Monteiro por uma transportadora de valores. O montante total, atualizado, corresponde a mais de R$ 9,9 milhões de hoje.

Caixa 2

“Deve-se registrar que nenhuma dessas doações consta da prestação de contas da campanha eleitoral do requerido Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho ao cargo de Governador de São Paulo em 2014, feita por ele e pelo requerido Marcos Antônio Monteiro, responsável financeiro dessa campanha”, enfatiza o promotor. Ele lembra que esse tipo de operação ilegal é conhecida popularmente como caixa 2.

O promotor pede que Alckmin e Monteiro sejam condenados a ressarcir o dinheiro recebido ilegalmente com juros, além do pagamento de multa. Castro também pede que ambos percam eventuais funções públicas que ocupem, tenham os direitos políticos suspensos e sejam impedidos de contratar com o Poder Público.

A ação é baseada nas provas colhidas pela Operação Lava Jato na Justiça Federal. “Da análise dessa prova compartilhada pelo juízo da 9ª Vara Criminal da Justiça Federal em São Paulo também se percebe, com absoluta facilidade, que este esquema ilícito perdurou por quase uma década, tendo como destinatários das vantagens indevidas agentes públicos e candidatos a cargos nas administrações municipais, estaduais e federal”, ressalta o promotor.

A reportagem da Agência Brasil entrou em contato com a assessoria de Geraldo Alckmin pela manhã, mas ainda não obteve resposta até o momento da publicação da resposta.