Arquivo diário: domingo, setembro 3, 2017

pela-amazonia-tdos

A porta-voz nacional da REDE, Marina Silva, participou na tarde de ontem do Ato Mundial pela Amazônia, em Macapá. Acompanhada pelo senador Randolfe Rodrigues e lideranças regionais da REDE, Marina e Randolfe fizeram duras críticas à política ambiental do governo Temer e aos ataques a que as áreas de conservação ambiental têm sofrido nos últimos anos e pediram pela revogação do decreto de extinção da Renca (Reserva Nacional do Cobre e Associados) – uma reserva de 4,7 milhões de hectares.

“Estão trocando os povos indígenas, a Amazônia, os biomas brasileiros por votos no Congresso. Não pensem que esse decreto está separado da negociata que foi feita em troca de emendas, de cargos, no ‘toma-lá-dá-cá’ para salvar a pele do Temer na votação que iria fazer levá-lo a ser julgado no Supremo Tribunal Federal. Por trás de tudo aquilo, estava essa conta que agora apareceu”, declarou Marina. “O Temer vem e numa canetada, afeta 4,7 milhões de hectares de área protegida. Nós estamos aqui para dizer uma coisa: basta. Chega”, afirmou.

Marina também relembrou o árduo caminho percorrido durante sua atuação como Ministra do Meio Ambiente, que levou a uma redução, durante 10 anos, dos índices de desmatamento da região. “Desde 2015, o desmatamento voltou a crescer 60% – por conta das mudanças no código florestal, por causa dessas medidas provisórias que legalizaram terras ilegais, invasão em terras públicas e por decretos como esse que o senhor Temer que, não tem credibilidade, não tem legitimidade, não tem popularidade, assinou em troca de se livrar da denúncia do Ministério Público”, disse a ex-ministra, que também destacou os retrocessos ambientais do governo Temer.

“No governo Temer, ele reduziu a floresta Nacional do Jamanxim, depois como se não bastasse veio com uma medida provisória para mudar a regularização fundiária, que antes só permitia que se regularizasse terras até 1500 hectares – e passou para 2500 hectares. Antes, só podia regularizar terras que tivessem sido ocupadas até 2008. Agora, passou até 2011, para facilitar a vida dos grileiros. Nisso, foram mais 41 milhões de hectares de áreas roubadas da Amazônia. Agora, é o tiro de misericórdia”, disse, referindo-se ao decreto que extinguiu a Renca.

A porta voz nacional da REDE também fez um apelo para que a sociedade continue atenta, mesmo após a suspensão do decreto. “Vamos manter a vigília. Se ele suspendeu por 120 dias graças à pressão da sociedade brasileira, vamos dizer que não adianta querer nos iludir. Suspender não é revogar. E daqui a 120 dias volta tudo de novo. Então esse ato é para dizer que nós estaremos em vigília permanente por 120 para que o decreto seja revogado”, declarou.

Rede Sustentabilidade

IMG_0210

Um crime de homicidio foi registrado na noite deste sábado (03), por volta das 20h00, no Condomínio Minha Santa, no bairro Bela Vista, em Macaíba.

Segundo informações de populares ao site, um homem que ainda não foi identificado, foi assassinado na Rua do condomínio por vários tiros de arma de fogo.

Após ser atingida pelos disparos, a vítima ainda correu por uns 20 metros, mas não resistiu e veio a óbito. Populares informaram que foram ouvidos cerca de 12 disparos.

Do Senadinho Macaíba

ASSECOM/PMRN

Ontem (1), o Governo do Estado e a Marinha do Brasil, representado pelo 3º Distrito Naval, realizaram na Praça Cívica a cerimônia de abertura da Semana da Pátria. Essa solenidade marca o início de uma série de programações que se estende até o dia 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil, quando acontecerá o desfile cívico.

Estiveram presentes na solenidade a Secretária de Educação Cláudia Santa Rosa, representando o Governador do Estado, o Desembargador Gílson Barbosa, Vice Presidente do Tribunal de Justiça do RN, os Oficiais Generais, Vice Almirante Renato Aguiar Freire, Comandante do 3º Distrito Naval, General de Brigada Ridauto Lúcio Fernandes, Comandante da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada e o Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic, Comandante da Ala 10. O Sub Comandante da Polícia Militar do Estado do RN, Coronel Lenildo Sena esteve representando o Comandante Geral da Instituição, Coronel Osmar José Maciel de Oliveira.

Este ano, a tropa da Polícia Militar esteve representada pela Companhia de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE).

Portal da UFRN – O Centro de Educação e o Núcleo de Educação da Infância (NEI), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), promovem nos dias 4 e 5 de setembro, o Encontro Noêmia Varela, 100 anos de Arte/Educação: diálogos entre Arte, Educação e Infância.

Para viabilizar diálogos em arte, educação e infância, o evento é destinado para professores das redes estadual e municipal, estudantes de Pedagogia e pesquisadores em arte/educação, bem como alunos e professores do curso de aperfeiçoamento em Artes Visuais.

O evento tem como objetivo divulgar a contribuição de Noêmia Varela para a arte e educação brasileira e pretende abordar os eixos temáticos constitutivos de práticas educativas. Além disso, refletir sobre os desafios e possibilidades da arte na educação contemporânea das infâncias.

O Encontro tem parceria com o Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e o Departamento de Artes da Universidade Federal do Piauí (UFPI). A inscrição acontece até segunda-feira, 4 de setembro, e é feita através do formulário eletrônico disponível no link. O Encontro acontece no auditório do Centro de Educação, conforme programação. Informações pelo telefone (84) 3342-2279 e pelo e-mail coordpesquisaextensaonei@gmail.com.